Desporto Geral Televisão

Desportos e televisão: pode essa aliança sobreviver ao avanço da tecnologia?

Desde a chegada da televisão na vida dos portugueses, os desportos têm sido uma parte fundamental do conteúdo transmitido por esse meio.

Numa era que as pessoas estão mais voltadas para o conteúdo online, a televisão desportiva enfrenta um período de teste que pode definir a sua permanência num futuro próximo.

Fonte: Pixabay

O fim dos monopólios da televisão desportiva

Os desportos têm um papel de protagonista na televisão em Portugal, sendo o futebol a prática mais seguida pelos telespectadores do país. Neste contexto, a rede Sport TV estabeleceu-se como referência do desporto na TV portuguesa, transmitindo os jogos da Primeira Liga, além de basquetebol da NBA, corridas de MotoGP, lutas do UFC, entre outros.

No entanto, essa supremacia na vanguarda da programação desportiva no país diminuiu graças à chegada de novos canais e de plataformas online dedicadas exclusivamente à transmissão de eventos desportivos. Neste contexto, destaca-se a Eleven Sports, empresa que chegou a Portugal, já ultrapassou a marca de 100 mil assinantes e continua a ganhar seguidores graças à sua oferta de conteúdo premium.

Além do exposto, plataformas como a DAZN, a Netflix do desporto, já estão a operar na Espanha e prometem uma rápida expansão para Portugal, de modo que a oferta desportiva no país está prestes a dar um salto para o mundo online.

Desportos e entretenimento em plataformas virtuais

O mundo dos desportos na TV é tão grande que se tornou a razão de ser não apenas de canais dedicados exclusivamente ao desporto, mas também de plataformas digitais focadas nesse ramo.

Neste contexto, aparecem plataformas de apostas desportivas online, como Bet.pt, Luckia ou Nossa Aposta, nas quais é necessário ter toda a informação possível, de modo a estender com sucesso ao mundo digital o entretenimento oferecido pelos desportos seguidos na TV.

Outro exemplo da importância dos desportos graças à TV é a promoção que empresas de comunicações dão às ligas de fantasia, como a Liga Virtual NOS, em que é possível interagir e competir com outros fãs de desportos, criando equipas de futebol ideais e acompanhando de perto o desempenho dos jogadores selecionados como os melhores da jornada.

 

Pode a tecnologia acabar com a era dos desportos na TV?

O salto no contexto digital realizado nos últimos anos causou uma mudança na maneira como as pessoas seguem os seus desportos favoritos em todo o mundo. Por exemplo, com a chegada da Netflix e a sua oferta on demand de séries e filmes de televisão a necessidade de assinaturas de TV paga foi afetada.

No contexto dos desportos, a última referência ecoa quando se fala de plataformas focadas em desporto ou na transmissão de eventos desportivos através do Facebook, como é o caso da Liga dos Campeões da Europa ou de algumas ligas de futebol na América do Sul e nos Estados Unidos, o que questiona o futuro dos desportos na TV.

Este fenómeno é de grande importância em lugares como o Brasil, onde a mensalidade de uma televisão por subscrição está entre as mais caras do mundo, de modo que o acesso a eventos desportivos e plataformas de entretenimento online baseadas em desportos torna-se uma alternativa para milhões de pessoas.

Fonte: Unsplash

Agora, mais do que nunca, a televisão desportiva deve ser renovada e melhorar a sua oferta de conteúdo para se manter viva na batalha contra os desenvolvimentos online, num mundo onde o desporto passa a ser visto nos ecrãs de computadores e smartphones.

DEIXE O SEU GOSTO E PARTILHE:

Artigos Relacionados