Cabo Televisão

Globo celebra o Dia Internacional do Orgulho LGBT com especial «Falas de Orgulho»

Para assinalar o Dia Internacional do Orgulho LGBT, a Globo preparou um especial que vai mostrar a trajetória de uma comunidade plural, pessoas completamente diferentes entre si, mas que se reconhecem num ponto em comum: o orgulho de ser livre, de se relacionar sem preconceitos, de existir e de ter voz.


O especial Falas de Orgulho, que será exibido no dia 03 de julho, às 23h15, na Globo, vai mostrar as jornadas de oito pessoas de diferentes idades, regiões, trajetórias de vida e religiões – e por trás delas, histórias de superação, preconceito e auto-aceitação, passando por temas transversais às letras que formam a sigla LGBTQIA+ – que culminam na celebração de poder ser quem se é e na exaltação dessas vozes.

E os protagonistas dessas histórias são estes: Richard Alcântara, 24 anos, jovem transgénero de Caçapava, interior de São Paulo, que sonha ser bombeiro civil; Ariadne Ribeiro, 40 anos, mulher transgénero que é assessora de apoio comunitário da Unaids/ONU; Geisa Garibaldi, 37 anos, lésbica carioca e criadora do ‘Concreto Rosa’, empresa de serviços de mão de obra feminina; Ângela Fontes, 69 anos, enfermeira reformada que só falou abertamente sobre ser lésbica na terceira idade; Fábio, 30 anos, jovem gay de São Paulo que dá vida à drag queen Sasha Zimmer; Mário Leony, 46 anos, homem gay de Aracajú, que é delegado da Polícia Civil há 20 anos; Maycon Douglas, 27 anos, jovem bissexual que trabalha como barraqueiro na praia de São Conrado e mora na Rocinha, comunidade da Zona Sul do Rio de Janeiro; e Mariana Ferreira, 35 anos, médica bissexual, que tem um consultório particular e trabalha como ginecologista.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não vai ser publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.