Atualmente a Televisão Digital Terrestre conta somente com quatro canais, no entanto, o objetivo traçado pela Anacom é que em breve sejam mais de trinta. Tal como adianta oCorreio da Manhã, a Anacom pediu aos operadores e ao regulador dos media que se pronunciassem sobre a matéria em Bruxelas, e dependerá deles o avanço ou não da TDT.

Segundo Arons de Carvalho, vice-presidente da Entidade Reguladora para a Comunicação Social, «a ERC deve assegurar que a União Europeia reserve espaço suficiente para as televisões; caso contrário, e porque é tendência , começa o namoro das empresas de telecomunicações para o ocupar». Para Raquel Alexandra, vogal, «tem de haver uma decisão que não seja irreversível, porque isso seria hipotecar a actividade futura das televisões», acrescentando que em «nenhum momento pode ser colocada em causa a capacidade de os operadores de televisão crescerem para a alta definição ou para a criação de novos canais fora do cabo, na TDT».

Com o crescimento das estações generalistas no cabo, e caso este objetivo seja cumprido, é provável que todos os canais existentes passem para a TDT, vontade essa que já é antiga. Para tal basta que o espectro radioeléctrico que sobrou com o fim da televisão analógica seja cedido aos operadores televisivos.

DEIXE O SEU GOSTO E PARTILHE:

Artigos Relacionados