SIC Televisão

1 ano de «Casa Feliz»: A aposta certeira de Daniel Oliveira

Artigo de opinião

audiencias 3 dezembro 2020

Foi a 20 de julho de 2020 que a SIC deu início às emissões de Casa Feliz. Um ano depois, que balanço se pode fazer do formato do canal?


Foi de forma completamente inesperada que a SIC teve de criar em pouco menos de 48 horas, um novo programa para as suas manhãs, com uma nova dupla de apresentadores, e que resultou numa aposta em Diana Chaves e João Baião. Sendo já uma escolha de Daniel Oliveira para o Domingão, que tinha estreado há cerca de um mês na antena do canal, o atual Diretor de Programas da SIC não hesitou na escolha dos apresentadores, tal como os apresentadores não hesitaram em ajudar a estação num momento delicado que a mesma se encontrava a atravessar com a polémica saída de Cristina Ferreira da SIC, e cuja história já toda a gente conhece.

Mantendo o cenário de O Programa da Cristina como pano de fundo para o seu novo programa, com apenas algumas alterações a nível da decoração, até porque o tempo de preparação não dava para mais, o estúdio acabou por sofrer a sua primeira grande reformulação em outubro, mês de aniversário da SIC, mas que acabou por manter na mesma a estrutura do seu antecessor, dado o elevado investimento do qual foi alvo na época.

Um ano depois, e com um programa que tinha tudo para correr mal, o balanço não podia ser mais positivo para os lados de Paço de Arcos. A dupla de apresentadores foi sem dúvida uma das grandes surpresas do último ano, e que tem funcionado que nem uma luva. Se relativamente a João Baião já pouco ou nada existe para dizer, sendo que o apresentador já tem um enorme à vontade neste tipo de programas e que conduziu ao longo de diversos anos na sua carreira, sobre Diana Chaves as críticas não podiam ser as mais positivas: deixando de lado e aos poucos o nervosismo que era notório e natural nas primeiras emissões, a apresentadora foi conquistando gradualmente o carinho e admiração do público, e também do seu parceiro, fazendo com que a dupla se encaixasse com naturalidade e funcionasse assim na perfeição, tornando esta dupla improvável num dos maiores sucessos dos últimos tempos na televisão portuguesa.

A primeira foto oficial da dupla de apresentadoras do “Casa Feliz”, a 20 de julho de 2020

O Casa Feliz teve a dura missão de manter a liderança do lado da SIC, algo que tem consigo cada vez mais de forma consolidada. Com o fator novidade a dominar a estreia de 20 de julho de 2020, o programa arrancou com 5,5% de rating e 24,6% de share. Pela frente tiveram a estreia de Dia de Cristina, que marcou o regresso de Cristina Ferreira ao daytime da TVI, e ainda Dois às 10, o atual programa que a concorrência tem no ar, desde janeiro deste ano. Ambos as batalhas foram ganhas com sucesso: enquanto que, frente a Cristina Ferreira, o formato conseguiu conquistar algumas vitórias, já frente à dupla Maria Botelho Moniz e Cláudio Ramos, o programa tem vencido constantemente, após uma luta renhida nas primeiras semanas de embate.

Prova disso é que, quase um ano após a estreia, o formato da SIC registou em abril a sua melhor semana de sempre com 23,7% de share, equivalente à sua semana de estreia em 2020, e com resultados semelhantes aos de O Programa da Cristina. Com o Casa Feliz, tanto Daniel Oliveira como a SIC tiveram a difícil tarefa de conseguir manter a liderança das manhãs do lado da SIC, tarefa essa que se revelou até agora bem sucedida. Mesmo com a força de Cristina Ferreira do outro lado, a dupla do canal de Paço de Arcos tem aguentado firme, fruto da confiança que tem conquistado do público, e que tem se deixado contagiar por Diana Chaves e João Baião e que, até agora, confiança essa que tem sido merecida.

O futuro é cada vez mais incerto, e os acontecimentos dos últimos tempos dão conta de que tudo pode mudar a qualquer momento. Com os rumores de que a TVI prepara uma nova reformulação no seu daytime, resta esperar para ver o que aí vem. Apenas uma coisa é certa neste momento, é que ao longo de 1 ano de Casa Feliz, sem dúvida que esta foi mais uma aposta certeira de Daniel Oliveira.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não vai ser publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.