só séries

Descobri recentemente uma série que, infelizmente, tinha passado despercebida pelo meu radar. Sendo fã de séries britânicas repletas do seu humor negro, encantei-me logo no primeiro episódio por Some Girls.

Escrita por Bernadette Davis para o canal BBC Three, esta série estreou em Novembro de 2012 e foca-se na vida de quatro adolescentes, abordando não só a estranha e forte amizade que têm, mas também o seu relacionamento com rapazes, relações sexuais, carreiras profissionais e o que o futuro lhes reserva. Viva Bennett (Adelayo Adedayo) é a protagonista e cabe a ela a voz off de muitas das cenas dos episódios, mostrando os seus pensamentos sobre determinadas situações o que reflete a sua paixão pela psicologia e análise. Holli Vavasour (Natasha Jonas) é a irmã mais velha que desempenha muitas vezes o papel de mãe para os irmãos. Por seu lado, Viva acaba por se tornar a figura materna para Holli, que explode facilmente de raiva. Saz Kaur (Mandeep Dhillon) tem um enorme talento para matemática e vem de uma família Sikh. É um pouco conservadora e ingénua no que toca a relação com rapazes. Por último, Amber Dean (Alice Felgate) é muito alegre e divertida, mas totalmente cabeça no ar e um pouco ignorante. Só pensa em rapazes e sexo. As quatro amigas fazem parte da equipa de futebol da escola e a sua amizade fora do campo transmite-se muitas vezes para dentro dele.

some girls

Apesar de a história não ser completamente original e ser mais uma série direcionada para os jovens, é engraçado ver como os britânicos conseguem de uma maneira simples transmitir todos os aspetos relacionados com a juventude dos dias de hoje: os pensamentos, as ações, os dramas, as aventuras. Some Girls fica longe da componente dramática de Skins (outra série do género) e também não contém a mesma quantidade de cenas de teor violento ou sexual, mas apresenta a mesma dinâmica de uma maneira muito divertida. A parte dramática da série também tem muita força e está bem empregue na estrutura dos episódios. As prestações dos atores não são excelentes mas conseguem cumprir o objetivo. Tanto para as cenas mais divertidas como para as mais exigentes, o elenco não desilude.

Se são fãs de séries britânicas repletas de humor negro, este é mais um nome que devem juntar a vossa lista. Estão garantidas, sem sombra de dúvida, muitas horas de diversão.

Fica aqui o trailer para os mais curiosos

Acho genial a estrutura da cena a partir do minuto 3. Futebol ao som da música Creep é simplesmente brilhante.

DEIXE O SEU GOSTO E PARTILHE:

Artigos Relacionados