O canal americano The CW tem obviamente como público-alvo os leitores dos conhecidos comics e que angariam fãs de geração em geração. Smallville foi uma receita de sucesso e, apesar das longas dez temporadas, deu uma outra visão da história do Superman. Foi nesta produção aliás que se inseriram muitos outros heróis da DC Comics incluindo o próprio Green Arrow. Desta vez, a aposta do canal foi para uma série sobre a vida desta personagem e tem sido uma das melhores surpresas do canal no que toca as audiências, uma vez que Beauty and The Beast tem ficado para trás.

Arrow conta a história do playboy rico e mimado Oliver Queen (Stephen Amell) que sobrevive ao naufrágio do barco onde navegava e fica longe da civilização durante 5 anos. Escondido numa ilha misteriosa e sem ter como fugir Queen adapta-se às condições de vida da ilha e quando é posteriormente encontrado nota-se que se tornou numa outra pessoa. Antes de morrer o seu pai confiou-lhe segredos sobre as suas ações na cidade onde habitavam e Queen adquire o desejo de livrar a mesma de toda a corrupção e criminalidade. É com esse objetivo que regressa e é com essa meta que se torna o Vigilante, um arqueiro exímio que um a um derruba os poderosos de Starling City.

A história já todos a conhecem de trás para a frente e há quem o considere um Robin Hood moderno. Então o que atrai tanto para esta produção?

Comecemos pela história. Os criadores jogaram muito bem com a timeline e não expuseram de imediato todos os detalhes do que aconteceu com Queen na ilha. Os perigos e testes pelos quais passou vão nos sendo apresentados ao longo dos episódios através de flashbacks bem inseridos. São estes elementos que dão ao espectador dicas do que terá acontecido e tornado aquele homem fútil num herói moderno.

Temos por outro lado o leque de atores. Existe um número grande de caras conhecidas (Katie Cassidy, Colin Donnell, David Ramsey, Willa Holland, Susanna Thompson, Paul Blackthorne, entre outros) e as representações são feitas de forma suave sem parecerem diálogos arquitetados. Stephen Amell é uma aposta ganha para interpretar Queen. Tem-no feito de forma segura e é mais cativante do que a mesma personagem interpretada por Justin Hartley em Smallville. Consegue conciliar o seu lado playboy com o seu lado mais negro e misterioso. Aliás a forte componente emotiva sentida por Queen depois do que passou na ilha está bem conseguida por Amell.

Por último, a série conjuga em si todos os elementos necessários para o seu sucesso: uma boa dose de ação bem coreografada, muito drama, algum romance e muitas caras bonitas.

É sem dúvida uma boa forma de entretinimento. Para os fãs do herói é uma nova visão da sua história que não desilude de todo e traz mais informação para aqueles que muito pouco conhecem do Green Arrow. A não perder!

DEIXE O SEU GOSTO E PARTILHE:

Artigos Relacionados