Estreou-se a 29 de abril de 1996, e foi transmitido pela RTP durante 15 anos. O seu fim foi assinalado a 26 de novembro de 2010, com muita tristeza não só por parte dos profissionais que fizeram parte do formato, como igualmente pelos telespetadores que o seguiram. Realizado pela Mandala, foram centenas as personagens que foram imitadas através de marionetas.

Depois de muitas horas de trabalho, chegou ao fim um dos programas mais antigos da estação pública. Um ciclo que se passou. Quinze anos que se passaram. Na altura, o jornal Público lançou a seguinte notícia sobre este desfecho, que pode ser lida aqui.

Entre as vozes que imitaram as mais variadas personalidades, destaco a de Bruno Ferreira que, em julho passado, concedeu uma entrevista ao 5º Canal. «O Contra foi a minha casa durante mais de 14 anos. Aprendi muito com o programa. Foi uma escola de tantas coisas. De trabalho, empenho, espírito de equipa, amizades. Passei pela produção, pelo estúdio, pelos eventos, acho que experimentei tudo o que podia com o Contra. Para toda a equipa o programa estava sempre à frente de tudo. Se um ministro dizia um disparate à noite, no outro dia ao raiar do sol estávamos no estúdio para gravar a piada. Outras vezes era preciso lá ir a correr à noite, ou ao fim de semana. O Contra foi o meu segundo contacto com um estúdio de som», confessou na altura.

Recorde o formato no seguinte vídeo:

 

DEIXE O SEU GOSTO E PARTILHE:

Artigos Relacionados