inside gaming

Quem acompanha este meu espaço semanal sabe que se há coisa que me dá prazer é encontrar videojogos de qualidade – outras vezes nem tanto, e certamente não sou a única a dar umas boas gargalhadas com aqueles jogos maus e que não têm ponta por onde se lhes pegue, mas adiante – e gratuitos. Esta semana trago-vos mais um shooter gratuito e que realmente prima pela inovação em certos aspetos. O melhor de tudo? Não é paytowin! Já estão curiosos?

Loadout Image (640x248)

Pois então, hoje falo-vos de Loadout. Este videojogo é shooter multiplayer com duas equipas de 4 elementos cada. As principais caraterísticas são sem dúvida alguma o humor negro, violência desmedida – adoro – e o sistema de criação de armas, o chamado loadout, daí o nome do jogo. Assim que entrei numa partida, além das semelhanças gráficas óbvias com Team Fortress 2, fiquei curiosa com o facto de os jogadores de ambas as equipas fazerem todos spawn no mesmo local, num círculo bem apertadinho e todos juntos. Começou a contagem regressiva dos cinco segundos….E deu-se início à carnificina. Somos todos colocados de forma maléfica no mesmo local para que assim que o jogo comece, disparemos todos ao mesmo tempo – ainda bem que não há friendly fire – e seja um misto de sangue e membros a voar pelo ar. Como referi anteriormente, Loadout tem um humor bastante negro, visível também durante as partidas. Cada vez que somos atingidos e não morremos, o nosso personagem vai ficando com as mais diversas mazelas, desde buracos no torso – sério, dá praticamente para ver o que se bassa à nossa frente só através do buraco gigante que se abre no nosso peito – onde apenas fica o nosso pequeno coração a bater, a pernas e braços apenas em osso ou a jorrar sangue. Felizmente pelo caminho temos algumas caixas de health – e de munição – que nos permitem continuar em combate por mais um breve momento. O humor do jogo encontra-se presente também na customização dos personagens que podemos vestir com indumentárias completamente ridículas.

loadout (640x360)

Existem 3 personagens à escolha, AXl (uma espécie de Rambo), T- Bone (que se assemelha bastante a Mr. T) e Helga (a personagem feminina com problemas de obesidade e com um aspeto não muito favorável a relações pessoais).Podemos customizar qualquer um destes personagens com roupas próprias e que lhes dão um aspeto completamente louco. Além disso, podemos também comprar Taunts, que são os gestos obscenos que o personagem faz. O que vem default e gratuito é a típica dança do “mexer a sopa”, mas imaginem a Helga a fazer Twerk…Apetitoso no mínimo, não? Certamente que sim, infelizmente – ou nem tanto – estas customizações só são possíveis através das micro-transações do jogo, ou seja, se gastarmos dinheiro real. Caso se estejam a perguntar porque que disse que secalhar não é assim tão infeliz ideia que se gaste dinheiro real no jogo é porque apenas se gasta dinheiro nisto.

loadout_06 (640x360)

Certamente já entenderam que o que estou a tentar dizer é que Loadout, ao contrário de muitos outros jogos free-to-play que se encontram atualmente disponíveis, não é pay to win. Não há maneira de aumentar as nossas capacidades ou a potência da nossa arma. Não há como adquirir experiência de forma mais rápida nem como nos tornarmos o melhor jogador simplesmente porque ao contrário dos restantes, investimos dinheiro real. Isto é fantástico pois só conseguimos evoluir no jogo se investirmos tempo e blutes (a moeda do jogo e que se ganha com partidas). Blutes estes que são utilizados para desbloquear capacidades na Árvore Tecnológica (skills tree) que posteriormente servem para adicionar novas opções à arma que criarmos.

Loadout-GDC-2 (640x360)

Como referi no início do texto, a principal característica deste jogo prende-se com a capacidade de criarmos um Loadout totalmente customizável. Podemos armarmo-nos em cientistas loucos e criar armas mortíferas completamente inimagináveis. Nas armas podemos escolher as coronhas, canos, lunetas, gatilhos, sistema de refrigeração, tipo de bala (há um tipo de bala que nos torna uma espécie de médicos do jogo) e o chassi onde escolhemos o tipo de disparo entre rifle, rockets, pulso ou raio laser.

Loadout acaba por ser um jogo bem divertido e que apesar de alguns problemas iniciais, já se encontra nas suas plenas capacidades. As equipas podem ser pequenas mas os tipos de jogo que vão desde versões de capture and hold, kill confirmed ou capture the flag, são imensamente divertidos. Interessados? Podem encontrá-lo aqui 😉

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não vai ser publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.