inside gaming

Se há coisas que conseguem agradar tanto a crianças como a adultos, Lego e super-heróis são certamente duas delas. Quando se junta esta fórmula em videojogos, o resultado acaba invariavelmente por ser bastante satisfatório. Sou fã confessa de videojogos da Lego e acreditem que de todas as séries em que já pegaram ainda não houve uma que me tenha desiludido. Desde Star Wars, Lord of the Rings, Harry Potter, passando pelo mundo da BD com o Lego Batman 2: DC Super Heroes e agora com este título com os heróis da Marvel, a Traveller’s Tales Games e a Warner Bros. conseguem sempre captar o melhor de cada um dos títulos em que pegam e aplicam-lhe o seu cunho pessoal.

LEGOMarvelSuperHeroes

Em Lego Marvel Super Heroes começamos por controlar o Hulk e o Iron Man que lutam contra os mais diversos inimigos. Entre os 150 personagens, está um leque gigante de super-heróis e vilões, cada um com características diferentes que nos ajudam a ultrapassar os diversos desafios do jogo. Tal como nos mais recentes títulos anteriores, este jogo de ação/aventura é em mundo aberto, dando assim oportunidade ao jogador de explorar e destruir todos os recantos da cidade de Nova Iorque. Entre o leque de personagem principais, temos a oportunidade de ser membros do X-Men, Fantastic Four ou Avengers – encarnando assim o génio milionário, playboy e filantropo Tony Stark – ou ainda de vestir a pele de heróis que trabalham a solo. É o sonho de qualquer um, certo?

lego

No entanto, aquilo que me faz querer sempre experimentar cada jogo que é lançado é o humor fantástico. Os jogos da Lego são dos que mais me colocam um sorriso na cara, e desde que a fórmula de sucesso de colocar diálogos no jogo foi utilizada em Lego Batman 2: DC Super Heroes, a série só teve a ganhar. Além de trocadilhos, o que não faltam são subtilezas como o facto de Spider Man não se juntar aos Avengers por ter um exame de trigonometria ou porque a sua tia lhe pediu para comprar ovos – alusão clara ao facto de o homem araquinidio ser um super-herói cheio de problemas pessoais e que tem de trabalhar de forma precária para sobreviver; ou a força bruta de Hulk ser desperdiçada a varrer o chão com uma vassoura demasiado pequena para o seu tamanho, fazem o humor genial que tem vindo a caracterizar os jogos da série Lego.

Em termos gráficos o jogo é irrepreensível e colorido como seria de esperar. Os efeitos sonoros são absolutamente deliciosos, pois cada vez que partimos algo ouvimos as peças a se separarem e partirem. Já para não falar dos diálogos geniais e recheados do humor que já referi. Qualquer jogo da Lego é imensamente divertido de se jogar e é quase obrigatório repetir o jogo após o acabarmos, tal não é a quantidade de áreas e de colecionáveis que ficam por explorar e que só ficam acessíveis com um determinado personagem. Se são fãs de Lego e dos heróis da Marvel, este jogo certamente vai-vos encher as medidas 😉

DEIXE O SEU GOSTO E PARTILHE:

Artigos Relacionados