Foi Notícia Rubricas

Foi Notícia: O adeus a Rute Cruz [com vídeo]

Passaram 4 anos. A 7 de novembro de 2008 a televisão perdeu uma jornalista em ascenção. Rute Cruz, na altura pivô do Diário de Manhã, teve de fazer uma pausa na sua vida profissional devido a uma doença oncológica.

Afetada por uma paralisia facial, a jornalista foi obrigada a afastar-se dos ecrãs nacionais. À imprensa sempre foi anunciada a sua recuperação e, por esse motivo, nunca imaginei o desfecho desta profissional que diariamente acordava os portugueses.

[divide]

Rute Cruz estreou-se no Deluxe, programa dedicado ao social. Todas semanas Rita Seguro e a sua equipa de repórteres davam ao últimas sobre o mundo dos famosos, intercalando esta matéria com entrevistas a rostos bem emblemáticos da estação de Queluz de Baixo. As baixas audiências ditaram o fim do formato e, igualmente, o desaparecimento de alguns profissionais da TVI. Não foi o caso de Rute Cruz que, deste magazine, já tinha transitado para a equipa do Diário da Manhã. A jornalista tornou-se pivô deste noticiário, ocupando o lugar que já havia pertencido a Leonor Poeiras, a Sofia Barciela e a Susana Bento Ramos.

Ao lado de José Carlos Araújo, a scalabitana dava a conhecer aos telespetadores o estado do tempo, do trânsito, as capas das revistas e ainda algumas peças mais light. Descontraída e competente, acabou por não ter tempo para crescer na Informação do canal da Media Capital. José Eduardo Moniz, um dos que apostou no talento de Rute Cruz, caraterizou-a da seguinte forma ao Correio da Manhã.

A Rute tinha uma enorme alegria da viver. Ela vai ficar para sempre na minha memória. É um exemplo de coragem. Além disso, foi uma aposta nossa. Ela cresceu na TVI.

Também Pedro Bello Morais ficou desolado com a sua partida: «Guardo uma memória muito viva dela, de uma pessoa com imensa vida e isso notava-se na antena. Mas cá fora ela tinha um registo muito mais histriónico efusivo, era uma miúda espantosa.»

[divide]

E porque não só do presente se faz o 5º Canal, o Foi Notícia recorda hoje uma jornalista que nos deixou de um momento para o outro. Apesar de Rute Cruz ter provado que ainda tinha muito para dar, ficou para a história da TVI por outros fatores bastantes especiais. O seu sorriso, a forma como comunicava com o telespetador ou, simplesmente, a sua telegenia. Nem todos possuem estas qualidades e, por esse motivo, não conseguem salientar-se como ela conseguiu.

Não esquecer igualmente que, antes de nos deixar, Rute Cruz concretizou o sonho de muitas mulheres: casar. Ao lado de Ricardo Mendes, violinista efetivo na Orquestra da Câmara de Cascais e Oeiras, a jornalista passou os melhores e piores momentos da sua vida. Mesmo assim, de uma coisa não se pôde queixar: da falta de carinho que os telespetadores tiveram para com ela.

Passados 4 anos, ainda há quem se lembre do seu trabalho. Por essa razão,

Até sempre Rute!

DEIXE O SEU GOSTO E PARTILHE:

Artigos Relacionados