Fita da Semana Rubricas

Fita da Semana: «American Pie: The Reunion»

Título em português: American Pie: O Reencontro

Realizador: Jon Hurwitz e Hayden Schlossberg

Guião: Jon Hurwitz e Hayden Schlossberg

Elenco principal: Jason Biggs, Alyson Hannigan, Chris Klein, Thomas Ian Nicholas, Tara Reid, Seann William Scott, Mena Suvari e Eddie Kaye Thomas

Resumo: Dez anos depois de American Pie: O Casamento o grupo está todo de volta, e preparam-se para relembrar os velhos tempos no encontro de antigos alunos do liceu. Michelle (Alyson Hannigan) e Jim (Jason Biggs) tentam ultrapassar alguns problemas devido às rotinas diárias do casamento e do filho. Kevin (Thomas Ian Nicholas) e Vicky (Tara Reid) voltam a encontrar-se depois de dez anos sem se verem, e Kevin está casado com outra mulher, mas não consegue mudar os sentimento que ainda tem por Vicky. Oz (Chris Klein) e Heather (Mena Suvari) encontram-se e reatam o namoro, enquanto que Finch (Eddie Kaye Thomas) continua atrás da mãe de Stifler (Sean William Scott), que acaba por lhe pagar na mesma moeda.

Durante um fim-de-semana vão descobrir o que mudou, o que não mudou e que o tempo e a distância não quebra os laços da amizade. Apesar de já todos trabalharem, nenhum deles mostra uma evolução intelectual, e quando estão juntos voltam a ser os mesmos adolescentes de há 10 anos atrás.

Opinião: Este é um daqueles filmes que podemos dizer que marcou uma geração. O filme que começa por ser um retrato dos adolescentes norte-americanos na década de 90, e que todos pensavam ser só mais uma comédia de adolescentes, tornou-se numa saga inesquecível. Este acaba não só por ser o filme mais maduro de todos os tempos, como também aquele que faz mais sentido, e torna-se na comédia de adolescentes mais importante dos últimos anos, e que irá certamente marcar esta geração.

Este filme acaba por não trazer nada de novo, mas a geração que acompanhou Jim e Companhia enquanto adolescentes fui este filme, e ficou certamente com a sensação de nostalgia e dá um fim àquelas personagens. The Reunion não se distancia dos anteriores, e recorre ao mesmo tipo de humor, usando o sexo e a nudez na maioria das piadas.

Um ponto negativo para mim no filme é o facto de não existirem comparações com a adolescência das personagens, nem nos mostra o que lhes aconteceu nos últimos 10 anos. The Reunion poderia ter marcado a diferença desta saga humorística, e ter recorrido a um humor mais inteligente, podendo nesse caso explorar a evolução mental das personagens.

Qualquer fã desta saga tem de ver este filme, para aqueles que nunca viram os primeiros filmes não vejam este, porque acaba por ser mais uma comédia aborrecida.

DEIXE O SEU GOSTO E PARTILHE:

Artigos Relacionados