Boa noite, sejam bem vindos a mais uma rubrica “Esqueceram-se de Mim”. Esta semana recordamos uma actriz que ficou conhecida com a sua participação na série da TVI, Inspector Max, Manuela Cassola. A actriz já não aparece num grande registo em televisão desde os tempos em que a novela “Tu & Eu” foi para o ar, no ano de 2007. Passaram-se três anos e a actriz ainda não regressou a grandes trabalhos, por falta de convites ou por opção da própria. Nos últimos anos limitou-se a pequenas participações em séries da RTP, que mal chegavam a um episódio. Aparições tão repentinas que mais parecia trabalho de figurantes. Considero-a uma boa actriz, que muito pode dar ainda. Gostaria de vê-la numa nova produção, tal como outros actores já aqui relembrados. Não basta procurar uma nova geração de bons actores, há também que valorizar os velhos e dar-lhes trabalhos, ainda que menores ou adequados ao seu novo estatuto etário.
Com uma carreira feita praticamente no teatro, curso que completou com 18 valores, participou em algumas óperas, mostrando a sua versatilidade enquanto actriz ao mostrar o seu lado dramático. As peças de teatro sempre foram a sua paixão, contudo, a reviravolta audiovisual levaram-na a experimentar novos meios para chegar ao seu público, acabando por se estrear em televisão em 1992 na série da RTP, André Topa Tudo.
Para além do teatro e da televisão, Manuela Cassola passou também pelo cinema, onde integrou três filmes. Quando rumou para os Estados Unidos, foi no teatro que conseguiu destacar-se entre os demais. Estrelou a pela “Celestina” e a sua actuação valeu-lhe um prémio de interpretação integrada no Festival “El Ciglo de ouro Teatro Clássico Espanhol com o Teatro Ibérico”.
Quiosque: Armazém de Ideias
DEIXE O SEU GOSTO E PARTILHE:

Artigos Relacionados