A semana agora destacada ficou marcada por diversos acontecimentos de relevo para a televisão portuguesa. Na TVI e na SIC, no passado domingo, assistimos ao final de dois concursos do horário nobre. A Tua Cara Não Me É Estranha e Ídolos encerram mais um ciclo de galas e diretos pautados pela emoção e boa disposição. O programa da TVI estava no ar desde janeiro o que torna a despedida mais emotiva e marcante, uma vez que, foram muitos os concorrentes que atuaram no palco da venda do pinheiro e muitas as lágrimas e sorrisos largados ao longo dos primeiros seis meses do ano. O novo programa do terceiro canal, Toca a Mexer, será apresentado por Bárbara Guimarães e tem já estreia marcada para dia 30 de setembro, no entanto, as inscrições continuam abertas. A final de Ídolos deu a conhecer o seu vencedor – Diogo Piçarra – e é também ele um dos destacados de hoje.

Pode relembrar todos estes temas que marcaram a semana na televisão portuguesa e no mundo do espetáculo. Começa agora mais um Em Foco!

[divide style=”2″]

O domingo que passou, dia 29 de julho, ficou marcado pelo final de dois formatos que marcaram a televisão portuguesa em 2012. A Tua Cara Não Me É Estranha teve no ar mais de seis meses tendo lançado talentos e relembrado outros tantos, mas foi o humor, a boa disposição e as atuações que o fizeram subir e tornar-se no maior fenómeno do ano, da TVI. Ao mesmo tempo estava no ar, na SIC a final de Ídolos que ficou marcada pelas baixas audiências e fraca popularidade, comprando com edições passadas.

Os apresentadores da aposta da TVI foram das principais estrelas das noites de domingo ou não fossem eles considerados a melhor dupla da televisão portuguesa. Fazem também sucesso nas manhãs do canal ao apresentarem Você na TV! Manuel Luís Goucha fez um balanço muito positivo de todos os diretos que conduziu:

 De nove galas passámos para 27 e o programa foi arrasador. Este foi um formato de puro divertimento para um serão familiar de domingo, num país onde a maior parte das pessoas está deprimida. A mais-valia deste programa é a diversão, um júri muito bom e concorrentes surpreendentes.

[divide]

Depois do final dos dois formatos, que vimos anteriormente, a rentrée televisiva está já a ser preparada a todo gás pelas diferentes estações, esperando-se um forte despique de audiências e popularidade entre a SIC e a TVI, como já é habitual. Há poucas semanas foi apresentado à imprensa Toca a Mexer, o formato comprado pela NBC que promete a perda de peso através da dança. Bárbara Guimarães voltará assim à apresentação em horário nobre depois de ser jurada no talent-show Ídolos. A sua estreia está já marcada e a notícia foi divulgada pela produtora internacional que garantiu que a SIC comprou 14 galas de 90 minutos, feitas as contas, o programa irá para o ar, pela primeira vez, no dia 30 de setembro.

A concorrência é forte com a terceira edição da Casa dos Segredos, apresentada por Teresa Guilherme e promete dar muitas dores de cabeça.

[divide]

A final de Ídolos foi renhida com Mariana Domingues e Diogo Piçarra a lutarem pelo primeiro lugar e assim adquirem o título de ídolo de Portugal e usufruir dos prémios oferecidos: um automóvel e a formação musical numa das melhores escolas de Londres. O sortudo que conseguiu a maior votação do público foi Diogo Piçarra que se mostrou surpreendido com a conquista. Para ele, a concorrente deveria ter saído premiada por ter chegado à segunda posição com muito trabalho e esforço:

A Mariana podia ter ganho alguma coisa. Chegar ao segundo lugar de mãos vazias é ingrato. Gostaria que ela tivesse o privilégio de ir estudar para Londres.

O sonho tornou-se realidade, mas o algarvio mostra a sua humildade e recusa a ideia de ser vedeta. Garantiu que o importante agora é assentar ideias e lutar por um futuro no mundo da música. A vontade prevalece e gostava de não ser esquecido pelo grande público, aquele que lhe atribuiu a vitória no passado domingo.

Ainda não caí na realidade e não sei bem o que dizer. Não estava nada à espera de chegar a esta fase, quanto mais de ser o vencedor, mas tentei mostrar o meu estilo, a minha personalidade e acho que foi isso que me ajudou a chegar até aqui.Num dia estava a ver a final do Ídolos e no outro estou eu a ganhar!

Relembramos agora o momento em que os dois finalistas subiram ao palco para dar voz a Don’t Let The Sun Go Down On Me. Para muitos, o momento da noite:

[divide style=”2″]

Até para a semana!

DEIXE O SEU GOSTO E PARTILHE:

Artigos Relacionados