«Governo Sombra» chega definitivamente ao fim e regressa com novo nome

A polémica em torno da TSF e do programa Governo Sombra continua, com a rádio agora a impossibilitar o uso do nome do formato em outros meios.


Foi no decorrer da semana que Carlos Vaz Marques deu a conhecer que o Governo Sombra iria abandonar a TSF, e passaria a ser um podcast do jornal Expresso, a par da continuidade da sua transmissão televisiva na SIC Notícias. Ta decisão foi tomada por todos os intervenientes do Governo Sombra, composto por Carlos Vaz Marques, João Miguel Tavares, Pedro Mexia e Ricardo Araújo Pereira, e surge após a polémica em torno de Carlos Vaz Marques, que decidiu despedir-se da TSF após 32 anos ligado à rádio. O conhecido jornalista decidiu processar a empresa onde está inserida a rádio, afirmando que foi vítima de diversos acontecimentos que descreveu como “bullying profissional”.

Agora, foram revelados novos contornos em torno desta polémica, por parte do próprio Carlos Vaz Marques. Devido a questões burocráticas, associadas ao registo da marca Governo Sombra por parte da TSF em 2018, e sem consentimento dos seus intervenientes, o painel de comentadores fica assim impedido de usar o nome do programa fora da referida rádio. Nesse sentido, o programa Governo Sombra chegou oficialmente ao fim, mas a continuidade do formato está garantida, através de um novo nome, que será revelado em breve.


 

André Kanas

http://www.facebook.com/andrekanas

Diretor e Gestor de conteúdos e redes sociais do QC | Responsável pelas coberturas musicais e televisivas do QC | Integrou o QC em 2013, estando integrado no mundos dos blogues e sites de entretenimento desde 2007.

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado.