Música

“Estamos aqui, Iémen” – Concerto solidário gera polémica

O concerto solidário organizado por Cláudia Semedo, antiga apresentadora da SIC, que aconteceu no dia 12 de setembro de 2020, está a dar que falar. Com o propósito de chamar a atenção para a crise humanitária que o país do Médio Oriente atravessa (a maior da atualidade segundo a Organização das Nações Unidas após a Guerra Cívil que dura desde 2015), esta iniciativa contou com vários artistas, entre os quais Ana Moura, Carlão, Branko ou Mayra Andrade.

Não desvalorizando o trabalho feito para apoiar esta causa, existiu alguma surpresa quando, depois de se ter mencionado que o concerto seria de cariz solidário, surgiu um pagamento de 10 mil euros por parte da Câmara Municipal de Lisboa aos 10 músicos contratados. Cada um recebeu 1000 euros, algo que não ficou totalmente explícito na comunicação deste concerto.

 

View this post on Instagram

 

Vai acontecer. Vamos todos poder dizer @estamosaquiiemen e contribuir para o fundo de emergência da @msf_portugal que faz um trabalho incrível nessa região. Só posso agradecer a generosidade de todos os artistas que, com a sua voz, vão tornar visível uma nação que atravessa uma das maiores crises humanitárias deste século @anamourafado @brankoofficial @a_capicua @carlao_nabatalha @pretu_chullage @dinodsantiago @marcia__ig @mayraandradeofficial @saracotiar @selma_uamusse 🙏🏽 Agradecer à @camara_municipal_lisboa pelo apoio imediato na concretização deste momento, à @rtppt pelo reconhecimento da importância de fazer chegar mais longe esta mensagem, à @guel_audiovisuais e à @companhiadeactores por serem a casa de construção de tantos sonhos, ao @gustavocarona por ter despertado a minha consciência para o que se vive no Iémen, ao @princepeterwolf por colorir as minhas ideias e a todos vocês que se juntarem a nós e contribuírem para que ninguém sinta que está sozinho no mundo. Podem comprar os bilhetes para assistirem ao vivo na @meoblueticket ou fazer um donativo para IBAN Code: ES57 2100 3063 99 2200110010 SWIFT Code: CAIXESBBXXX

A post shared by Cláudia Semedo (@claudiasemedo) on

No post publiciado pela apresentadora, fala-se em “genorosidade dos artistas”, palavras que levaram a várias questões por parte de uma jornalista da revista Sábado.

Cláudia Semedo justificou-se dizendo: “Lamento que não tenha acompanhado as entrevistas que dei sobre o ‘Estamos Aqui, Iémen!’, onde deixei bem claros os propósitos desta iniciativa, que nasceu com o objetivo triplo de dar visibilidade ao que se vive no Iémen (…), angariar fundos para as missões da ONG Médicos Sem Fronteiras (…) e dar palco aos artistas e aos profissionais das artes que, neste quadro pandémico, atravessam momentos difíceis sem os devidos apoios.”

Com este evento foram doados 3.238 euros, com um custo de 10.000 euros para os artistas e 6.760€ para a produção.

O concerto apoiado pela RTP seria transmitido hoje pelas 22h45, no entanto não faz parte da grelha de programação do canal até ao momento.

Outras Notícias