Geral

Semanário Expresso antecipa saída para sexta-feira

O Expresso vai antecipar a saída do jornal para esta sexta-feira, dia 13 de novembro, devido às limitações do Estado de Emergência.


No seguimento das medidas anunciadas pelo governo para o Estado de Emergência atualmente em vigor, nomeadamente a limitação de circulação no fim de semana, o jornal Expresso estará à venda a partir de sexta-feira, e também sábado e domingo até às 13 horas, nos habituais pontos de venda.

O Expresso é o jornal mais vendido em Portugal desde 2017, mas em 2020 tem somado recordes de vendas, tendo alcançado em setembro a sua melhor média mensal de circulação paga, acima dos 116 mil exemplares, batendo um recorde de oito anos. Também este ano foi tornado público um estudo que menciona o Expresso como o jornal em que os portugueses mais confiam.

O estudo do Reuters Institute e da Universidade de Oxford, apoiado em Portugal pela Obercom, revelou que, entre toda a imprensa portuguesa, diária ou não-diária, o semanário da Impresa é o que reúne maior consenso em termos de confiabilidade, com 76,5% de cotação. A pesquisa do Reuters Institute e da Universidade de Oxford analisou mais de 40 países e concluiu que a pandemia reforçou junto do público a necessidade de notícias confiáveis.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não vai ser publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.