Geral

Edição 2500 do “Expresso” bate recorde de vendas

A edição 2500 do Expresso ainda está nas bancas, mas já bateu um recorde com quatro anos de existência.

Esta edição especial foi a edição com a maior circulação paga, 112 mil exemplares, um feito não alcançado desde abril de 2016. Para tal contribuiu essencialmente o crescimento de mais de 15 mil exemplares de vendas em banca.

O Expresso é o jornal mais vendido em Portugal desde 2017, mas em 2020 tem somado recordes de vendas. Além deste, alcançou em julho a sua melhor média mensal de circulação paga, acima dos 107 mil exemplares, batendo um recorde de oito anos.

Também este ano foi tornado público um estudo que menciona o mesmo como o jornal em que os portugueses mais confiam. O estudo do Reuters Institute e da Universidade de Oxford, apoiado em Portugal pela Obercom, revelou que, entre toda a imprensa portuguesa, diária ou não-diária, o semanário do Grupo Impresa é o que reúne maior consenso em termos de confiabilidade – 76,5%. A pesquisa do Reuters Institute e da Universidade de Oxford analisou mais de 40 países e concluiu que a pandemia reforçou junto do público a necessidade de notícias confiáveis.


Leia também:

“Jogar P’lo Seguro” é o novo espaço da Rádio Renascença

Artigos Relacionados