Cabo Entrevistas Televisão

Mestre do Sabor – Claude Troisgros: «Meu maior desafio é apresentar o programa!»

De uma família que há quatro gerações faz história na culinária, tendo sido responsável por colocar a cidade de Roanne, na França, no mapa da gastronomia mundial, Claude Troisgros é hoje um dos grandes nomes da gastronomia internacional e o principal construtor da ponte entre as cozinhas francesa e brasileira. Responsável por conduzir o Mestre do Sabor, o novo programa de culinária da Globo, O Quinto Canal traz até aos seus leitores uma entrevista especial com Claude e Batista, o seu braço direito.


.

Como imaginava que seria o programa Mestre do Sabor?

Claude: Eu estou na televisão com o Batista, o meu braço direito há quase quinze anos. Não somos atores nem é nossa profissão fazer isso, mas esse é um tempo bastante grande para a gente começar a entender como funciona esse mundo. Mesmo assim, quando chegamos na Globo e, principalmente, no primeiro dia que entramos no estúdio, eu fiquei bastante nervoso e surpreso, positivamente falando, com o tamanho da equipa, do estúdio, a quantidade de luzes.

Batista: Quando eu entrei no estúdio de Mestre do Sabor e vi o que foi feito, fiquei impressionado. Eu não estava acostumado com isso, o cenário é lindo, uma coisa de louco. Fiquei muito emocionado. É uma coisa que toca o coração. É o meu primeiro reality e eu estou muito feliz.

Como tem sido estar no programa ao lado do Batista e dos mestres José Avillez, Kátia Barbosa e Leo Paixão?

Claude:  O Batista eu conheço há quase 40 anos, então é fácil. Obviamente que entrando em um mundo um pouco maior que o que a gente estava vivendo até hoje deu um certo nervosismo. Demoramos um tempo para relaxar e ser o que a gente é normalmente. Mas já estamos totalmente adaptados e sendo o Claude e Batista com toda essa mistura de emoção, risada e boas histórias. A Kátia eu conheço há muito tempo, sei o que ela pensa, como ela reage. Tenho uma enorme admiração por ela.

José Avillez, Leo Paixão, Claude Troisgros, Kátia Barbosa e Batista

O Leo eu conheci no restaurante dele em Belo Horizonte, adorei a comida dele e a pessoa que ele é. Ele tem uma paixão enorme pelo o que ele faz e um grande amor pela cozinha clássica, tradicional, regional. Ele moderniza isso, da maneira dele, mas passa para os outros essa paixão por Minas Gerais. Foi uma das minhas recomendações para esse programa e eu estou muito feliz por ele estar aqui. Eu conheço o Avillez pela família internacional, já tinha ouvido muito falar dele. Mas foi uma descoberta para mim. Ele é uma pessoa maravilhosa, passa muito carinho e muito sentimento para os outros.

Batista, como tem sido dividir o palco com Claude Troisgros?

Batista: Para mim, está muito tranquilo. Eu sei o que ele quer, a gente já se conhece não há um, dois ou três anos; e sim há 38 anos. Ele sabe quando eu estou com raiva, triste, com um problema, e vice-versa.

Qual é o seu maior desafio na apresentação do programa?

Claude:  O meu maior desafio é apresentar o programa! (risos) Eu sempre fui o cozinheiro. Agora estou apresentando, não estou mais de dólmã, então esse é um desafio para mim, claro.

Que dica daria para os participantes que vão tentar a sua sorte no Mestre do Sabor?

Claude:  Com os anos de experiência, depois de ver muita gente boa ser eliminada de competições, eu percebi que o erro muitas vezes está na complicação. O candidato acha que complicar um prato, mesmo que ele tenha muita sabedoria e técnica para isso, é um plus. E não é. Não é porque tem o nervosismo de estar em frente a uma câmera, participando de uma eliminatória. Muitas vezes ele pode se perder. Quanto mais simples, melhor o prato vai ficar. Ele pode se concentrar em três ou quatro elementos, no máximo, e ter certeza de que, se estiver bem feito, vai longe.

O que tem o formato mais de especial para si?

Batista: Ele me lembrou muito a minha infância. A cozinha tem produtos brasileiros com os quais eu fui criado: quiabo, aipim, cará, que é um tipo de inhame, banana… Eu pensei que o programa fosse trabalhar com outros produtos e ele veio com os produtos da minha terra. Fiquei muito feliz!

DEIXE O SEU GOSTO E PARTILHE:

Artigos Relacionados