Entrevistas Música

Entrevista – Tomás Adrião: «Tive de crescer como artista»

Com o lançamento do álbum de estreia cada vez mais próximo, Tomás Adrião lançou esta semana o seu novo single. Para dar a conhecer um pouco melhor o seu trabalho, o Quinto Canal traz até si mais uma entrevista exclusiva.



O que podem os fãs esperar deste novo single “Perdido”?

Este novo single é uma boa ilustração da sonoridade que eu encontrei para o meu novo álbum, o resultado de horas de estúdio até encontrar quem realmente posso ser na música que quero fazer. Transmite novas vibrações e uma transparência total de quem sou.

Qual foi a fonte de inspiração para esta nova música?

A fonte de inspiração foi a minha vivência, foi o meu estado espírito, a minha forma de viver. É a maneira mais verdadeira de fazer  música. Tentei ao máximo ilustrar uma fase da minha vida. Sem ter medo, sendo verdadeiro.

Será este lançamento o primeiro avanço para o tão aguardado disco de estreia?

Sim, este novo single é o verdadeiro avanço para o meu disco.

Cantar em português vai continuar a ser uma prioridade na sua carreira?

Sim, totalmente. É a língua que falo, que penso, que vive presente em mim desde sempre. Logo, eu tenho o gosto enorme pela língua portuguesa, que na minha opinião, é a mais bonita que existe.

Um ano após o lançamento do original “A Vontade”, que memórias ficam desse single?

Foi um single que na altura fez sentido lançar, mas que hoje provavelmente já não o lançaria. Gosto imenso da canção, mas passou um ano e eu com esse ano mudei também.

Numa época dominada pelo streaming e plataformas digitais, é este o caminho dos músicos para o sucesso, ou a rádio continua a ser a grande impulsionadora na divulgação?

Na minha opinião, é um misto dos dois. Mas a rádio continua a ter um grande peso, talvez o mais importante para o sucesso de um artista.

Olhando para trás, que balanço faz desde que ficou conhecido pela vitória no The Voice Portugal?

Passaram dois anos. Na altura, após vitória, tinha os meus 17 anos e nem sabia ao certo que artista poderia ser, hoje com 20 ano, sinto que tive de crescer como artista e como pessoa para continuar a trabalhar neste meio. Foram dois anos de altos e baixos, mas carreiras na música são sempre assim.

Que planos estão a ser preparados para 2020?

Em 2020, sai muita música nova e o meu prometido álbum de estreia. Após lançamento preparar me para, quem sabe, um segundo álbum.


Para finalizar, se possível uma breve mensagem para os seus fãs e leitores do Quinto Canal:

Obrigado a todos os que me ouvem e querem continuar a ouvir-me.

DEIXE O SEU GOSTO E PARTILHE:
fb-share-icon6773
Tweet 494

Artigos Relacionados