Entrevistas Geral

Entrevista – Especial «Shark Week 2019»: Joe Romeiro

Nascido nos Açores, Joe Romeiro ganhou desde cedo uma paixão enorme pelo mundo dos tubarões. No contexto da Shark Week 2019, transmitida no Discovery Chanel, o Quinto Canal teve a oportunidade de o conhecer melhor.


Joe Romeiro, natural dos Açores, é um prestigiado cinematógrafo e uma das caras mais conhecidas quando se fala no mundo dos tubarões. Criador e fundador da 333 Produtctions LLC e atualmente diretor executivo da The Atlantic Shark Institute, Joe produziu já imensos filmes premiados relacionados com o mundo dos tubarões e é um ativista na defesa da ideia da proteção deste animal. Já trabalhou com cientistas de topo a estudar e a filmar a vida subaquática e os seus trabalhos são frequentemente exibidos em vários canais americanos, não se limitando àqueles exclusivos da vida animal.

O Quinto Canal teve a oportunidade de estar à conversa por breves minutos com Joe Romeiro, que se encontra neste momento em Los Angeles a promover a Shark Week 2019. A sua paixão pelo mar começou desde cedo, explicou Joe. Natural da Ilha Terceira, onde irá regressar já em Agosto, foi para os EUA quando tinha 3/4 anos sem saber falar inglês. Foi através de programas televisivos que se adaptou à língua. Muitos desses programas eram sobre a natureza, com principal destaque para os tubarões, os quais o deixaram fascinado. Foi também em tenra idade que viu um tubarão pela primeira vez e rapidamente se interessou por aquele animal.

Uma vez que o seu pai não sabia nadar, Joe levava consigo uma pequena câmera de filmar quando ia mergulhar, para lhe mostrar como era o mundo subaquático. E foi de uma ideia tão simples que Joe resolveu começar a filmar cada vez mais e a partilhar com os outros como é o mundo dos tubarões. Apesar de nunca ter estudado em nenhuma escola de cinema ou de ter tido um percurso escolar mais científico, Joe não viu qualquer impedimento em levar mais longe esta sua paixão. Estando a meio do seu quarto projeto científico, que será mais tarde publicado tal como os outros, Joe sente-se realizado em produzir este tipo de cinema científico, que lhe permite não só estudar mais sobre os tubarões e mostrar como é o seu mundo.

Sharks are not exactly what we think of them

Descrevendo-se como 100% português, Joe explicou que o seu fascínio pelo oceano é também fruto da ligação que o nosso povo tem com o mar. Os portugueses sentem uma enorme conexão com o mar mas receiam bastante os tubarões. E Joe realça que das mais de 500 espécies de tubarões, só tiveram maus encontros com cerca de 10. Ele considera que há uma falta de confiança e um medo enorme de tubarões sem motivo.

O cinematógrafo e realizador trabalha há dez anos exclusivamente com tubarões, tendo já encontrado ao longo do seu percurso, várias espécies de tubarões, tal como o branco, tigre, martelo, entre outros. Tem feito ultimamente visitas subaquáticas com adultos, alguns receosos, que se apaixonam imediato pelos tubarões e sentem aquilo que ele sentiu quando era criança e viu pela primeira vez um.


Leia também: Conheça a programação completa da «Shark Week 2019»


No seu entender, a Shark Week tem sido uma ótima iniciativa para desmistificar o medo que se tem deste animal: “As pessoas sentam-se em frente à TV e o assunto tubarões é trazido para a mesa, fazendo com que as pessoas falem deste tópico. Durante esta semana, é transmitida informação que as pessoas não querem ouvir, é também transmitida informação que as pessoas querem ouvir e principalmente, informação que faz as pessoas debaterem este assunto. Na sua visão, esta semana não seria tão popular se as pessoas realmente odiassem tubarões. No fundo, existe uma certa admiração por este animal e por isso esses programas são tão populares. E se as pessoas tiverem a oportunidade de ver aqueles animais ao vivo iriam sentir uma admiração ainda mais forte.”

I think that the majority of people likes sharks

Quando questionado, Joe defendeu que trabalhar com tubarões é bastante fácil, uma vez que é um animal bastante previsível. Para sua tristeza, o maior desafio que tem tido nesta profissão é encontrar tubarões. Muitas espécies de tubarões estão em perigo de extinção e que é preciso agir para evitar que desapareçam de vez. Ele está ciente que é difícil de ter compaixão por um animal do qual ninguém tem compaixão. Mas realça que os tubarões merecem essa compaixão.

Nos últimos anos dedicou a sua atenção para a espécie mako. Esta espécie está em vias de extinção e Joe está envolvido em projetos para a salvação da mesma. Se pesquisarmos no google por “mako shark conservation” iremos encontrar vários projetos que precisam de apoio. Não é preciso fazer muito, explicou-nos, desde que apoiemos os projetos de pesquisa conservadores da espécie mako. Existem projetos científicos de estudo sobre esta espécie mas feitos de uma forma que conserve e proteja a mesma e são estes que precisam de mais apoios. E é igualmente importante partilhar estes projetos e ideias para informar quem ainda não os conhece. E partilhar também que esta espécie está em perigo e que ainda não recebeu qualquer tipo de proteção.

If we don’t act now it will be wiped out of the planet (…) those animals are endangered and have not received protection yet

Em jeito de curiosidade, e para terminar a nossa entrevista, questionámos Joe se alguma vez tinha apanhado um susto durante as gravações subaquáticas. Contou-nos que apesar de ter a lente riscada e de ter já tido a câmara retirada das suas mãos, nunca teve nenhum percalço por causa dos animais, tendo sido todos por culpa dele. Contou-nos ainda um dos maiores sustos que apanhou foi no ano passado. Estava dentro de uma jaula que caiu até ao fundo do oceano, ficando a cerca de 20 metros da superfície. A experiência não foi nada agradável por ainda foram arrastados durante algum tempo até finalmente serem puxados para a superfície.

Considerado o mais duradouro e antecipado evento televisivo a nível planetário, a Shark Week 2019 está de regresso ao Discovery Channel em versão XL, de 28 de julho a 04 de agosto. Com mais de 20 horas de programação, os telespetadores terão acesso a conteúdos premium, onde os magníficos tubarões serão as grandes estrelas.

.

DEIXE O SEU GOSTO E PARTILHE:

Artigos Relacionados