Qultura

Qultura: «Diz lá, Beatriz» – Um livro para nos lembrar que não estamos sozinhos

Os tempos que vivemos obrigam-nos a estar mais sozinhos, mais fechados, mais isolados de tudo e de todos. São momentos de angústia, incerteza e de tensão.

Diz lá, Beatriz, da psicóloga Rita Fatela, é o livro perfeito para nos lembrar que não estamos sozinhos. Quem nunca quis, a dada altura, ter nascido com um manual como aqueles que vêm com os telemóveis, cheio de regras  ilustradas nos mais diversos idiomas e uma panóplia de botões com funções claras e previsíveis?

Quem nunca quis prolongar eternamente um dia bom, ou impedir que um dia mau acontecesse de todo? Quem nunca se sentiu sozinh@ nas curvas e contracurvas da vida? Este livro não é um manual de instruções para seres humanos, até porque isso é coisa que não existe, mas é um livro com um propósito infinitamente mais bonito: permitir-te sentir, pensar e, sobretudo, perceber que, sejas quem fores, estejas onde estiveres, não estás sozinh@.

O livro Diz Lá, Beatriz já se encontra à venda.


  • Leia também:

Qultura: Artista Bruno Miguel expõe pela primeira vez em Portugal

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não vai ser publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.