Cinema

«Tenet» considerado um falhanço em lançamento “pós-confinamento”

Com número aquém do esperado, mesmo em cenário pós-pandemia, o estúdios que realizaram Tenet admitem um falhanço no seu lançamento.

Visto como impulsionador no regresso aos cinemas após o confinamento a nível mundial imposto pelo Covid-19, Tenet não cumpriu com a missão, tendo ficado aquém das expectativas no que toca a receitas de bilheteira nos diversos países onde estreou. As declarações foram feitas por John Stankey, diretor geral da AT&T, responsável pelos estúdios Warner Bros., que produziram o filme.

Embora na semana de estreia os 53 milhões de dólares conquistados fora dos Estados Unidos tenham sido vistos com bons olhos, os resultados domésticos, nomeadamente nos Estados Unidos e Canadá, revelaram-se desastrosas, visto que nessa semana as salas de cinema em Nova Iorque e Califórnia, representantes de 25% das receitas, não estiveram em funcionamento devido à Covid-19.

No que toca a contas global, Tenet soma neste momento cerca de 334 milhões de dólares de receita a nível mundial. Com um orçamento de 200 milhões, previa-se que, mesmo em tempos de pandemia, o filme chegasse pelo menos aos 450 milhões de dólares de receita de bilheteira.


  • Leia também:

Netflix avança com série inspirada em «The Sandman»

 

Outras Notícias