Geral Televisão

União Europeia quer mais aposta na ficção Europeia

O crescimento do consumo das produções norte-americanas fez com que a União Europeia pedisse a todos os seus membros para apostarem mais na produção própria e nas co-produções entre países da Europa. Agora, avança o Correio da Manhã, esegundo conclusões de um relatório sobre a promoção de obras europeias e produções independentes nos canais de TV e nos serviços audiovisuais, nota-se que a aposta na produção europeia está a acontecer, apesar de os formatos norte-americanos terem ainda grande destaque. Com mais tempo em grelha dos que as produções europeias, que se ficam nos 8,1% do total de horas de transmissão, as produções norte-americanas têm agora sido preteridas em alguns países.

Um bom exemplo do que é pretendido é a série Os Bórgia, uma co-produção da Hungria, Canadá e Irlanda, e que foi vendida a 50 países. Em 2010, a média de tempo de transmissão de obras europeias oscilou entre os 47,4% (Eslovénia e Reino Unido) e 81% (Hungria).

FOLLOW US

Artigos Relacionados

Siga o Quinto Canal nas redes sociais: