Televisão TVI

Virgílio Castelo fala sobre o seu papel de homossexual na novela “Mulheres”

Num registo completamente diferente daquilo a que tem habituado os espectadores, Virgílio Castelo dá vida a um cabeleireiro homossexual na nova novela da TVI – Mulheres. Para o ator de 51 anos a maior “dificuldade de fazer um gay é não cair no exagero”.

Em Mulheres, Vírgilio Castelo encontrou um novo desafio – dar vida a Hélder Peralta, um cabeleiro homossexual que, como tantas outras pessoas, procura alguém com quem possa partilhar o seu amor.

Apesar de estar num registo mais leve, em comparação com os vários núcleos apresentados na novela, para dar vida a Hélder, o ator teve de encontrar um meio-termo. “A dificuldade de fazer um gay é não cair no exagero. É preciso ter cuidado os maneirismos. Se são a mais é mau, se são a menos não se percebe”, explicou o ator à Notícias TV.

Já quanto à trama, Virgílio Castelo confessa que Mulheres “tem situações muito modernas do ponto de vista dramatúrgico”. “Os dramas e problemas que aborda são casos que todos conhecemos do nosso dia-a-dia ou dos jornais. Pode ser muito transversal”, afirma à mesma publicação.

Artigos Relacionados

Siga o Quinto Canal nas redes sociais: