Televisão TVI

Manuel Luís Goucha: «O tempo do “Olá Portugal” foi um flop»

Manuel Luís Goucha

Raramente abre as portas de sua casa mas existem algumas exceções. Foi o caso da Sábado, revista para a qual Manuel Luís Goucha deu uma entrevista nesta semana. Para além de ter comentado a polémica com o 5 para a Meia Noite ou a primeira vez que confrontou a mãe com a sua homossexualidade, o colega de Cristina Ferreira falou do início do seu sucesso nas manhãs de Queluz de Baixo ou, melhor dizendo, da falta dele. Afinal, quando foi contratado pela TVI nem tudo foram rosas e, exemplo disso, foi o Olá Portugal. «O tempo do Olá Portugal foi um flop. Só depois, timidamente, com a Cristina, recuperámos audiências no Você na TV! e passámos a ganhar as audiências. Hoje, temos 400 mil a meio milhão de espetadores».

Sobre Bernardina o apresentador aproveitou para referir que tem para a ex concorrente da Casa dos Segredos um presente, a propósito da ofensa que este lhe endereçou no reality show sem qualquer tipo de pudor. «Tenho um livro sobre paneleiros, fazedores de panelas de barro preto, que lhe queria oferecer. Existe a profissão de paneleiro mas eu não faço panelas de barro preto e não sei falar com calão. Disse apenas isto à Cristina: quando cá viesse a Bernardina, era giro assustá-la com a ideia de um processo. Ganhou dimensão viral e deu azo a insultos», confessou.

Manuel Luís Goucha prepara-se agora para estrear o novo concurso de culinária da TVI, Masterchef, mas, antes disso, terá ainda a tarefa de conduzir ao lado da diretora de conteúdos do canal da Media Capital a nova versão de A Tua Cara Não Me É Estranha.

 

Artigos Relacionados

Siga o Quinto Canal nas redes sociais: