SIC Televisão

Margarida Carpinteiro: «[A novela] é uma fórmula que se está a esgotar»

É a grande entrevistada desta semana da Notícias TV, e as suas declarações não poderiam ser mais interessantes. De acordo com Margarida Carpinteiro, atriz que integra o elenco de Dancin’ Days, a falta de imaginação está a afetar os principais autores nacionais. As mesmas histórias, os mesmos enredos ou os mesmos atores em produções seguidas, levam-na a crer que atualmente é preciso retratar problemas sociais, com os quais os telespetadores se identifiquem.

Eu atrevo-me a dizer que sim, que se calhar é um bocado falta de imaginação. Durante anos e anos a novela baseou-se em rico, pobres, maus e bons. A vida não é isso. Pode haver um rico maravilhoso e um pobre horrível. E os amores não têm de ser a três. A novela bateu-se sempre por isso. É tudo igual.

Assim sendo, este é um produto que já não consegue registar a mesma audiência de outrora. «É uma fórmula que se está a esgotar. As pessoas querem mais e estão mais informadas, não é? As pessoas que veem novelas gostam, provavelmente, de ver nelas espelhados os seus problemas. Esta novela que estamos a fazer não é uma novela com historieta. Dancin’ Days tem vários problemas de família. Não há praticamente uma personagem principal. Ou duas, ou três, ou quatro, ou cinco. Quando atua aquele núcleo, ela passa a ser a personagem principal porque a sua história é forte. Já era tempo de a novela ser inovadora», confessou a atriz à publicação do Diário de Notícias e Jornal de Notícias.

Margarida Carpinteiro confessou ainda que apenas faz televisão por necessidade, por não saber o dia de amanhã: «Sinto-me desgastada por ser obrigada a fazer constantemente televisão, porque senão não tenho dinheiro para viver. Penso “vou aceitar porque não sei o que vem aí”.»

É caso para dizer que a vida de artista não é fácil!

Artigos Relacionados

Siga o Quinto Canal nas redes sociais: