Nuno Artur Silva está de saída da administração da RTP

Sem nada o fazer prever nas últimas semanas, Nuno Artur Silva irá abandonar o seu cargo na administração da estação pública.

Com o mandato a terminar agora no mês de fevereiro, o Conselho Geral Independente da RTP já decidiu que Nuno Artur Silva, responsável pela gestão de conteúdos do canal, não irá continuar ligado à administração da estação pública, assim como Cristina Vaz Tomé. Quanto a Gonçalo Reis, presidente da administração, será reconduzido no seu cargo por mais três anos.


Leia também: «Rock in Rio Lisboa 2018»: Bastille, HAIM e Diogo Piçarra confirmados

Segundo o comunicado oficial apresentado pelo Conselho Geral Independente, apesar de elogiar todo o trabalho e dedicação na remodelação profunda que fez na RTP, o facto de o seu mandato não ter sido renovado prende-se com o facto de este continuar a ser o dono do Canal Q, um canal temático do Cabo, e igualmente dono da Produções Fictícias, que vende programas à estação pública. Embora se tenha verifico que isso nunca trouxe nenhum programa à RTP, a verdade é que o CGI diz ser “incompatível com a irresolução do conflito de interesses entre a sua posição na empresa e os seus interesses patrimoniais privados, cuja manutenção não é aceitável”.

André Kanas

http://www.facebook.com/andrekanas

Diretor e Gestor de conteúdos e redes sociais do QC | Responsável pelas coberturas musicais e televisivas do QC | Integrou o QC em 2013, estando integrado no mundos dos blogues e sites de entretenimento desde 2007.

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado.