Quando falamos em Two and a half men a associação a Charlie Sheen é imediata devido a todas as polémicas que envolveram o ator na temporada passada.

Two and a half men é uma comédia que até ao ano passado tinha como personagem principal Charlie Harper. O maior solteiro da zona de Malibu, com uma casa junto à praia, um belo carro na garagem e um dom natural para conquistar mulheres. Este seu estilo de vida, a seu ver perfeito, é interrompido logo no primeiro episódio pelo irmão Alan e o sobrinho Jack que vão viver com ele.

Atualmente vai já na nona temporada, mas devido a vários problemas com Charlie Sheen no ano passado os produtores chegaram a ponderar cancelar a série, mas devido ao sucesso crescente optaram por despedir Charlie e encontrar uma nova personagem principal que fosse tão carismática como a anterior. Ashton Kutcher foi contratado para preencher o vazio deixado pela morte de Charlie.

No final de temporada passada a maioria dos fãs achou que a série tinha morrido ali com o despedimento de Charlie Sheen, e mesmo após o anúncio de que Ashton Kutcher iria integrar o elenco, muita gente ficou receosa. Substituir a personagem principal de uma das séries que está há mais tempo no pequeno ecrã não seria fácil, e Ashton iria ter que se esforçar muito para conquistar o público.

O primeiro episódio desta temporada foi o mais visto de sempre, 28 milhões de pessoas, e isso prova o quão as pessoas queriam perceber como seria esta mudança na série, porque já se sabe que o normal quando uma série perde a sua personagem principal é terminar. Visto que não terminou, toda a gente estava à espera do fracasso.

A nona série terminou com a morte já esperada de Charlie, e Walden (a personagem de Ashton), um bilionário do ramo informático, compra a sua casa depois de enfrentar um desgosto amoroso. Walden não poderia ser mais diferente do que Charlie, e apesar das audiências terem sofrido uma quebra, Two and a half men tem tido sucesso e anunciou recentemente que vai ter mais uma temporada.

Durante nove anos tinha muitos fãs, mas as piadas eram invariavelmente as mesmas, os episódios centravam-se na vida que Charlie levava, e este ano assistimos a um crescimento da personagem do Alan que ganha cada vez mais importância na série. Tinha sucedido o que acontece com muitas séries ao fim de tantas temporadas… tinha estagnado e agora os produtores têm novo material para trabalharem.

Estamos a falar de uma série totalmente diferente, e só nos apercebemos da continuidade da Two and a half men devido ao genérico, porque de resto tudo mudou, desde o cenário até ao psicológico de todas as personagens.

DEIXE O SEU GOSTO E PARTILHE:

Artigos Relacionados