Rubricas Só Séries

Só Séries: «Believe» de J. J. Abrams e Alfonso Cuarón

só séries

Se estão atentos às minhas rubricas de certeza que à parte de já terem descoberto que sou fã de produções de ficção científica, sou igualmente fã do senhor J. J. Abrams, mestre neste tipo de produções. Por isso, não é novidade nenhuma que estava ansiosa para a estreia desta série. Contudo, no que toca a esta categoria rendi-me muito mais facilmente a Almost Human que a Believe.

A nova série do canal NBC estreou no início do mês e foi criada pelo premiado Alfonso Cuarón e Mark Friedman. A história centra-se em Bo (Johnny Sequoyah), uma jovem que começa a desenvolver poderes especiais, e na sua relação com Tate (Jake McLaughlin), um ex-condenado que ao sair da prisão lhe é incutida a missão de proteger a jovem de todos aqueles que a pretendem raptar, interessados nas suas capacidades sobre-humanas. Milton Winter (Delroy Lindo) é o responsável pela fuga de Tate da prisão e é ele quem lhe atribui a missão de proteger a rapariga. Com a ajuda também de Channing (Jamie Chung), Tate tem que fugir as contantes perseguições de Roman Skouras (Kyle MacLachlan).

believe

A história pode até parecer simplista e não ser original de todo, mas todas as suas ramificações vão-nos sendo apresentadas com o passar do tempo. Não sabemos logo quem anda atrás da rapariga, nem quem é Tate nem Winter. Vamos descobrindo aos poucos qual o passado destas personagens e porque se juntaram com o propósito de salvar especificamente aquela rapariga. Gosto bastante deste tipo de séries porque atrai, vicia o espectador para que continue a seguir o próximo episódio para perceber o porquê e como.

O leque de atores é bastante congruente e os atores principais conseguiram logo desde início ter uma enorme química entre eles. Apesar de em algumas situações os diálogos parecem forçados e algumas atuações menos livre, é curioso verificar que existe uma boa dinâmica de grupo e que tanto Jake McLaughlin como Johnny Sequoyah, os dois protagonistas, conseguiram corresponder as expectativas. Aliás, a jovem atriz demonstra ter muito carisma para a personagem que interpreta.

believe elenco

O que realmente me desiludiu até agora nesta série foi, infelizmente, os efeitos visuais utilizados. Believe é, forçosamente pela história que apresenta, uma produção de ficção científica. Contudo, pouco efeitos ou cenas de ação são apresentadas. E quando surgem, não é nada agradável porque nota-se imenso o enquadramento computadorizado que foi criado. Estava, e continuo, à espera de mais desta série porque tendo Cuarón e Abrams na ficha técnica, os espetadores exigem mais. Claro que a nível da direção muito pouco tenho a dizer. A utilização clara da câmara na mão é um fator preponderante para o espectador se sentir dentro da série, dentro da história. Dá igualmente mais movimento a qualquer tipo de cena e permite a captura de planos muito bons.

Se estão à procura de uma série de ação, Believe não é para vocês. Focada especialmente no desenvolvimento emocional das suas personagens, esta série acaba por ter uma vertente dramática com mais destaque, questionando o espectador muitas vezes naquilo que ele realmente acredita (believe). Não obstante, está a tornar-se uma boa série, que melhor aproveitada, terá muito mais sucesso.

Artigos Relacionados

Siga o Quinto Canal nas redes sociais: