Quinta Melodia Rubricas

Quinta Melodia: Desvendando o «Nome Próprio» de Ana Bacalhau

No regresso da nossa Quinta Melodia, começamos o ano da melhor maneira ao desvendar um dos discos nacionais que mais de que falar nos últimos meses do ano passado, lançado por Ana Bacalhau.

Apostando cada vez mais na diversidade de conteúdos exclusivos para os nossos leitores, neste início de 2018 trazemos de volta a Quinta Melodia, a rubrica musica do Quinto Canal que tem como objetivo destacar os momentos mais marcantes do mundo da música ao longo da semana, mas não só.

Mesmo sem sermos nenhuns especialistas nesta matéria, desta vez quisemos ir mais além, e vamos entrar no mundos dos discos, deixando a nossa visão e opinião sobre o que de melhor se anda a lançar no mercado musical, tanto por Portugal como no estrangeiro. A primeira aventura acontece em bom português, e por isso mesmo o André Kanas vai desvendar o Nome Próprio de Ana Bacalhau. Não, não é o sobre o seu nome que vamos falar, mas sim sobre o seu primeiro discos de originais, que a cantora lançou em outubro de 2017.

Venha daí, e ajude-nos a desvendar um pouco mais sobre este álbum.

[youtube id=”vbmFyWClWoE” width=”620″ height=”360″]

Decorria o mês de maio de 2017, quando Ana Bacalhau surpreendeu com o lançamento do seu primeiro single a solo, Ciúme, e que servia assim para dar o pontapé de saída da sua carreira a solo. Com um som bastante característico, a música escrita por Miguel Araújo assentou quem nem uma luva à cantora, que soma com o vídeo oficial mais de 200 mil visualizações até ao momento. Sendo a sexta de um disco composto por catorze faixas, conheça de seguida o alinhamento de Nome Próprio:

  1. Vida Nova
  2. Leve Como Uma Pena
  3. Passo A Tratar-me Por Tu
  4. Só Eu
  5. Menina Rabina
  6. Ciúme
  7. Maria Jorge
  8. Para Fora
  9. A Bacalhau
  10. Respirar
  11. Deixo-me Ir
  12. Debaixo da Mosca
  13. Só Querer Buscar
  14. Morreu Romeu

O disco abre com Vida Nova, e quem ficar atento à letra poderá sem dúvida associá-la à nova etapa da carreira que Ana Bacalhau se encontra a atravessar neste momento onde, tal como a própria afirmou no lançamento deste Nome Próprio, a procura é um tema recorrente em grande parte das letras. É importante frisar que a artista convidou para este seu primeiro trabalho discográfico grandes nomes da música nacional, que escreveram algumas das letras, tais como Capicua, Samuel Núria, Nuno Prata, Márcia e o já referido anteriormente Miguel Araújo, entre outros.

A viagem segue ao som de Leve Como Uma Pena, o segundo single do álbum até ao momento, lançado em outubro passado. Apesar de estarmos a ouvir um disco de Ana Bacalhau, não nos podemos esquecer das “raízes” da cantora pelos dez anos em que esteve ligada ao grupo Deolinda. Sim, se no decorrer da música poderá ficar na dúvida sobre o que está a ouvir, por isso mesmo aconselhamos a deixar-se levar pelas próximas faixas, e seguir viagem pelo disco.

É verdade que em alguns momentos podemos associar as músicas deste disco aos Deolinda. No fundo foi através deste grupo que a cantora se deu a conhecer e por muito que não se queira sempre ficará associada a este projeto musical que neste momento se encontra em “pausa por tempo indeterminado”. Mas também é verdade que na maioria deste trabalho discográfico Ana Bacalhau conseguiu manter a sua própria identidade, e que o desafio foi superado ao conseguir um bom primeiro álbum a solo.

Indo dos oito ao oitenta, em Nome Próprio há gostos para tudo, onde os típicos sons portugueses estão bem presentes. Desde músicas mais animadas como o Leve Como Uma Pena, Passo a Tratar-me Por Tu, Menina Rabina ou Morreu Romeu (uma forma triunfante de fechar o álbum), há também registos mais calmos tais como Só Eu (escrito pela própria), Maria Jorge ou Para Fora. Há ainda tempo para uma música dita biográfica (basta passar pela faixa nº 9), onde Ana Bacalhau dá a conhecer um pouco mais de si, com muito humor à mistura.

Por estas e outras razões que irá descobrir enquanto estiver a ouvir Nome Próprio, temos ainda mais a garantia de que o mundo da música nacional está bem entregue a talentos como o de Ana Bacalhau. Volto a afirmar que este primeiro álbum a solo da cantor foi sem dúvida um desafio mais do que superado e acima de tudo bem conseguido, especialmente pelo facto de ter de destacar do seu último projeto nacional.

Quem quiser ouvir este Nome Próprio, além de o poder comprar nas lojas físicas e iTunes, poderá também ter acesso ao mesmo através do Spotify. Nós por aqui ficamos a aguardar o próximo disco.

O Quinto Canal agradece o apoio e disponibilidade da
Universal Music Portugal para a realização deste artigo.

[youtube id=”AhI9uPDrX1E” width=”620″ height=”360″]

OUTROS DESTAQUES MUSICAIS

O ano ainda só agora começou, mas já estamos cheios de novidades musicais,
e que a Quinta Melodia traz agora até si neste resumo semanal:

[toggle title=”«Nação Valente» é o novo disco de Sérgio Godinho”]

Com lançamento marcado para este mês de janeiro, Sérgio Godinho apresenta um novo disco de originais, intitulado de Nação Valente.

(Ler mais)

[/toggle]

[toggle title=”Liam Payne e Rita Ora dão voz ao single oficial de «Fifty Shades Freed»”]

Servindo de promoção ao filme que estreia em fevereiro, Liam Payne e Rita Ora são os responsáveis por dar voz ao single oficial de Fifty Shades Freed, intitulado de For You

(Ler mais)

[/toggle]

[toggle title=”«Nada Mais» é o novo single de Fernando Daniel”]

Depois do estrondoso sucesso alcançado com o single de estreia Espera, o cantor Fernando Daniel prepara-se para começar 2018 com música nova, lançando agora Nada Mais.

(Ler mais)

[/toggle]

[toggle title=”Black Eyed Peas lançam novo single: «Street Livin’»”]

Com Fergie deixada de lado, os Black Eyes Peas estão de regresso com música nova, Street Livin’, e com mais uma mensagem de apoio na luta pelos direitos de igualdade.

(Ler mais)

[/toggle]

[toggle title=”«Human» será o álbum de estreia da cantora Isaura”]

Depois de alguns meses de espera, Isaura revela os primeiros detalhes do seu primeiro disco de originais Human, a par do lançamento de The Crossover.

(Ler mais)

[/toggle]

Até à próxima semana!

 

Artigos Relacionados

Siga o Quinto Canal nas redes sociais: