K Filme Rubricas

K Filme: A Trilogia do Cornetto

Trilogia do Cornetto

Com o verão a chegar e o calor como consequência, nada melhor do que um gelado para refrescar as tardes sagradas do domingo em casa. Não, não vos venho falar de gelados, hoje falo-vos da Triologia do Cornetto. Três filmes brilhantes, cada um à sua maneira, com um toque refrescante destes maravilhosos gelados.

Realizados por Edgar Wright, e escritos por Simon Pegg, esta Trilogia do Cornetto conta três diferentes histórias protagonizadas pela dupla brilhante da comédia britânica, Simon Pegg e Nick Frost.

via GIPHY

Em cada um dos três filmes há um sabor de Cornetto: sabor original, morango e menta com chocolate. Wright, numa entrevista durante a promoção do último filme, The World’s End, terá dito que esta aparição dos gelados foi uma espécie de paródia à triologia Three Colours de Krzysztof Kieślowski.

via GIPHY

Cavalos de Tróia do Cinema

Estes filmes são Cavalos de Tróia, na medida em que são filmes de comédia, disfarçados. Um de ação apocalíptico, um policial e um sci-fi. Apesar de serem filmes de comédia, Wright tentou abordar questões bastante sérias da evolução do indivíduo como ser social, questões estas como o humano como ser coletivo, o crescer e envelhecer e o impacto da adolescência perpétua.

Filmes cómicos com uma especial distinção de uma espectacular paródia a cenas de pular cercas.


Leia também: K Filme: Pixar – 1 Universo, 15 Filmes

Shaun Of The Dead – Cornetto de Morango

O primeiro filme da triologia foi Shaun of The Dead, um filme sobre um apocalipse de zombies e o poder da amizade. Com estreia em 2004, o filme conta a história de Shaun, um homem arrebatado pela monotonia da rotina do seu dia-a-dia até que a sua vida muda com um repentino apocalipse zombie. Shaun vê-se como um herói e decide salvar o dia, o amor da sua vida e o seu melhor amigo. Graças à horda de fãs que a série Spaced tinha (série protagonizada por Simon Pegg), conseguiram trazer todos os fãs para fazerem o papel de dos mortos-vivos e assim o filme contou com mais de 1100 zombies.

O cornetto de morango aqui é referente ao sangue, sendo um filme de terror cómico.

Hot Fuzz – Cornetto de Nata

Este é o meu favorito de toda a triologia. Um polícia que é tão bom, que os seus colegas fazem com que seja transferido para Stanford, uma pequena vila no interior de Inglaterra. Aqui não acontece qualquer tipo de crime, nunca. Spoiler Alert! – Eles batem em velhinhos neste.

via GIPHY

Nicholas Angel conhece Danny, o filho do inspector da cidade, que deseja viver aventuras como nos filmes de ação, mas nada de interessante acontece na sua terra. Depois de passar algum tempo na vila, Angel apercebe-se que pessoas estão a morrer de formas misteriosas e que as mortes foram encenadas para parecerem acidentes.

Uma performance genial e a nossa dupla favorita não podia ter estado melhor. Dos três, este é o que aconselho mais a verem, é sem dúvida o mais engraçado e os plot twists estão on point com os filmes policiais. Para além de tudo, contém uma das melhores cenas de porrada que já vi.

The World’s End – Cornetto de Menta e Chocolate

Este filme teve mais que se lhe diga. Não o vi como um filme de comédia. Uma paródia a filmes de sci-fi sim, mas certamente não uma comédia. Este é sobre a história de um grupo de amigos que 20 anos depois de tentarem, e não conseguirem completar um pub crawl (uma espécie de rally tascas como temos por cá), juntam-se, quase obrigados pelo o seu líder dos tempos de liceu – Gary King. Tentam,  mais uma vez, completar o pub crawl em nome dos bons velhos tempos. A meio da sua quest descobrem que a amada cidade onde cresceram está um pouco diferente…

via GIPHY

Este filme para além de contar mais uma vez com um elenco de excelência, foi para mim uma das, se não a melhor performance de Simon Pegg no grande ecrã. A personagem é brilhante, um homem de 40 anos com síndrome de Peter Pan, ou adolescência perpétua. Isto significa que este homem ficou parado nos seus anos de juventude, a nível comportamental e moral.

Esta personagem sendo a impulsionadora da viagem e reencontro dos amigos, foi também a causa de toda a aventura e oferece-nos muito mais que um filme de comédia. Ele oferece-nos uma viagem emocional.

Hoje finalizo referindo o filme Paul. Este não faz parte da triologia, não tendo sido realizado por Edgar Wright, mas é também protagonizado por Simon Pegg e Nick Frost. Juntem este à triologia e façam uma maratona este verão.

Bons Filmes!

Artigos Relacionados

Siga o Quinto Canal nas redes sociais: