Cinema K Filme Rubricas

K Filme: A divertida animação de «The Boxtrolls»

Após uma sugestão de terror a semana passada, esta quinta-feira poderá assistir nos cinemas a uma divertida estreia de animação, e que tem recebido fantásticas críticas um pouco por todo o mundo.

Gravado pela famosa técnica stop-motion, que permite uma captação fotograma a fotograma, os divertidos bonecos de Os Monstros da Caixa prometem fazer as delícias não só dos mais novos, mas de todos os que os queiram visitar nos cinemas. Fique a conhecer agora em destaque no K Filme esta divertida película, e no final acompanhe a opinião do Tiago Ricardo:

Os Monstros das Caixas

Título: Os Monstros das Caixas (The Boxtrolls)

Ano: 2014

Género: Animação / Comédia

Duração: 97 minutos

Nota IMDB: 7,2/10

Realização: Graham Annable

Elenco (vozes): Ben Kingsley, Jared Harris, Nick Frost

Sinopse: A história de Os Monstros das Caixas passa-se na Ponte de Queijais, uma cidade onde os habitantes ricos e cheios de classe têm um gosto particular por queijos exóticos. Paralelamente a esta cidade, vivem nos subúrbios subterrâneos os “monstros das caixas” que, apesar de serem odiados pelos habitantes da cidade pelo facto de pensarem que têm poderes maléficos e que lhes querem roubar as crianças e os queijos, não passam de umas divertidas criaturas adoráveis e muito simpáticas, e que gostam de se vestir com caixas de cartão. E é nestes subúrbios que aparece uma criança órfã, e que os “monstros” decidem tomar carinhosamente conta dele, batizando-o com o nome de Ovos. O tempo passa pacificamente até que a dada altura um exterminador da Ponte dos Queijais decide eliminar os subúrbios de forma a acabar com a “praga”.Para se salvarem e para poderem provar a sua inocência e de que tudo não passa de uma lenda, os “monstros” vão ver em Ovos a sua única forma de poderem sobreviver, e de mostrar aos habitantes da cidade a sua verdadeira identidade. Será que vão conseguir?

Os Monstros das Caixas é baseado na obra Here Be Monsters! An Adventure Involving Magic, Trolls, and Other Creatures, do escritor e ilustrador Alan Snow, e tem recebido criticas muito positivas em vários sites dedicados à sétima arte. A não perder, a partir desta semana, nos cinemas em Portugal.

[youtube=https://www.youtube.com/watch?v=e1-FQeXMYIA]

A OPINIÃO DE TIAGO RICARDO:

Dos criadores de Coraline e Paranorman chega esta aventura engraçada que irá deliciar as crianças e toda a família com personagens e uma lição inesquecível. Os Monstros das Caixas acaba por aumentar as expectativas dos espetadores quanto aos nomeados do ano para a categoria de Melhor Filme de Animação nos Óscares. Hoje em dia é raro encontrar um filme feito com alma e coração como este demonstra ter sido feito… A tecnologia permitiu um avanço importante no que diz respeito à animação mas ao mesmo tempo as crianças são introduzidas ao mundo do cinema com filmes sem qualquer tipo de mensagem ou coisas para apreciar durante os anos. Sei que existem excepções mas quando somos expostos a um filme tão bem concebido como este, as memórios da infância surgem e a sensação de que foi feito um bom trabalho está sempre presente. Graças ao mundo fantástico e a todo o conceito por trás de Os Monstros das Caixas, os espetadores precisam apenas de relaxar e deixarem ser impressionados com a forma como um pequeno filme é capaz de conquistar os nossos corações do início ao fim.

As personagens do filme fizeram-me recordar O Estranho Mundo de Jack de Tim Burton pela forma como interagem com o espetador. Os antagonistas são cruéis mas alguns estão constantemente a duvidar se estão a fazer a coisa certo, agindo inconscientemente muitas das vezes. Controlados por um homem terrível que deseja chegar ao poder numa jogada em que os fins justificam os meios, acabam por ser marionetas nas suas mãos. Os governadores da cidade são como que as pessoas mais incompetentes que alguma vez vi, tendo em conta que em vez de resolverem os problemas da cidade, os homens poderosos e influentes dedicavam o seu tempo a provar queijo e a falar sobre as suas experiências. Os valores familiares e a necessidade de ajudar o outro acabam então por ficar perdidos no meio de toda a vaidade e grandiosidade o que acaba por conduzir uma pobre rapariga ao mundo dos pequenos monstrinhos. Ovos é um rapaz corajoso que, criado por Peixe e Sapato no submundo da cidade de Cheesebridge, descobre como comportar-se e como construir coisas graças às curiosas creaturas que são vistas como uma ameaça aos cidadãos. Amigo de todos os monstros, Ovos procura ensinar-lhes como ser corajosos para que lutem contra os terríveis extreminadores. É engraçado ver a forma como ele acredita que é um deles e a froma como ele tenta ajudar as pessoas que estiveram sempre ali para ele é uma representação bastante precisa do poder da amizade.

A banda sonora funciona bem em conjunto com a aventura e é engraçado ver tópicos do dia-a-dia e problemas a serem representados ao longo do filme. Há um pai incapaz de provar o amor pela filha, há um homem mau que deseja chegar ao poder sem querer saber dos meios e existe uma clara imagem da forma como uma família deve funcionar. É engraçado ver como funciona e como muda repentinamente a opinião dos cidadãos e o quão errados estão por acreditarem numa pessoa que nunca apresentou provas sobre a ameaça de que afirmava estar a proteger as pessoas. Os Monstros das Caixas é sobre coragem, sobre mudar e sobre conhecer quem realmente somos e pelas razões mencionadas acima deve ser visto por todos. A história vai melhorando progressivamente e no fim, saí do cinema com um grande sorriso na cara.

Visualmente brilhante e muito bem concebido com um toque de alma e coração no meio, Os Monstros das Caixas é um filme de animação de qualidade com grandes personagens e um enredo cativante. Tem substância e os atores responsáveis pelas vozes da versão original constituem um elenco de luxo. Os bons efeitos especiais aliados ao estilo da animação stop-motion revelam-se como uma das melhores formas de conceber um novo mundo num filme de animação. Achei que o 3D era satisfatório e ainda que não adicione nada de especial ao filme, acabou por melhorar algumas das cenas. Engraçado, criativo e impressionante de certa forma, Os Monstros das Caixas deve ser visto tanto por crianças como por adultos e acaba por dar uma boa razão para levar toda a família ao cinema.

Artigos Relacionados