inside gamingO artigo desta semana é sobre um dos jogos Indie mais conhecidos na comunidade gamer e que já quase todos ouviram falar. Amado por uns e odiado por outros, este mundo aos quadrados já conseguiu conquistar muitos e é um dos jogos mais procurados no Youtube. Já devem ter percebido ao que me refiro: Minecraft.

minecraftEste é um dos jogos Indie de referência, e é notável o que já conquistou tendo em conta que não contou com a ajuda de qualquer tipo de investidor ou editora. Todo o jogo assenta na visão de Markus ‘Notch’ Persson e o resultado foi o que está à vista. Um jogo com mapas verdadeiramente gigantescos, com uns gráficos característicos, onde os quadrados e o aspeto pixelizado reinam e com características que agradam tanto a aventureiros como a construtores.

No Minecraft, o objetivo é – se é que existe um – sobreviver. Apesar da sua aparente simplicidade, este é um daqueles jogos que nos faz esquecer o tempo e podemos ficar durante horas a construir e a aventurar-nos.

Existem dois tipos de jogo principais: o Survival, que atende ao objectivo que acima referi, e o Creative, onde tudo é posto á nossa disposição e podemos simplesmente dar asas à imaginação e construir o nosso próprio mundo. No Survival, o jogador passa inicialmente por um processo de partir e de colocar blocos dos mais variados tipos de material. As primeiras coisas a fazer são partir árvores para conseguir madeira e a partir daí inicia-se um processo de crafting, tornando possível fazer as ferramentas iniciais essenciais para sobreviver à primeira noite: a espada, o machado, a picareta e a pá. Durante a noite aparecem os principais desafios de Minecraft, os monstros – ou Mobs – que atormentam o jogador. Entre eles temos aranhas, esqueletos, zombies, creeper’s e o enderman, mas existem muitos mais desafios para enfrentar. Passada a primeira fase, o jogador começa simplesmente a partir blocos, animais e mobs, dos quais caem partículas que permitem efetuar receitas de crafting ou que servem para derreter, criando assim outros itens. Após a recolha de alguns materiais – pedra, carvão e madeira principalmente – e minérios – ferro, ouro e o tão ambicionado e escasso diamante – o jogador pode concentrar-se em construir a sua casa como bem entender e na localização que mais lhe agradar. Além disto existem diversos biomas, (neve, pântano, floresta, selva e o nether que se encontra-se noutra dimensão) onde é possível encontrar grutas, cavernas, minas abandonadas, dungeons, aldeias de NPC’s (aldeões) e templos para explorar. E é nisto que consiste a jogabilidade de Minecraft. Após algum tempo e em modo Singleplayer admito que se torna enfadonho. E aí entra a diversão do Multiplayer. É possível jogar com amigos e assim construir simplesmente mundos em conjunto ou então aderir a servidores com mods instalados e simplesmente aproveitar a melhor característica do Minecraft.

minecraftOs mods são adições ao jogo criadas por fãs que vão desde texturas que mudam o aspeto normal do jogo a mudanças na jogabilidade. Entre os mods mais utilizados temos o minimapa – bastante útil, uma vez que o jogo em si não traz qualquer maneira de nos orientarmos (apenas um bússola que obviamente tem de ser construída), e perdermo-nos é algo bastante normal – e o Mo’Creatures, que acrescenta ao jogo uma série de animais e itens com eles relacionados. Tudo isto faz com que o jogo não se torne repetitivo e fique bastante mais divertido.

Agora que já vos falei um pouco naquilo que consiste Minecraft, para termos um pouco noção da comunidade que existe à sua volta e do quanto este é um jogo que depende dos seus fãs para sobreviver, é obrigatório referir o Youtube. São imensos os youtubers que construíramos seus canais à volta do fenómeno Minecraft e que graças a ele atingiram números de visualizações enormes, sendo que muitos deles conseguem sobreviver utilizando apenas os lucros que conseguem com os seus canais. No meio desta comunidade existem alguns portugueses que se destacam e que devo admitir que foi graças a eles que adquiri o meu gosto por este jogo pois antes de conhecer os seus canais estava no grupo dos cépticos, achando que era um jogo pixelizado sem qualquer objetivo ou diversão.

Para aqueles que ainda não conhecem este jogo ou que já ouviram falar mas acham que não tem nada de interessante, aconselho uma rápida pesquisa pois certamente irão encontrar algum vídeo do vosso agrado e que fará com que tenham vontade de experimentar e criar o vosso próprio mundo aos quadrados. Para os que já conhecem e são jogadores habituais, o que mais gostam neste jogo?

DEIXE O SEU GOSTO E PARTILHE:

Artigos Relacionados