Boa noite! Em mais uma edição do Esqueceram-se de Mim, relembramos uma profissional que de certo não deixa ninguém indiferente. Ei-la: Joana Cruz!

 

Com um sentido de humor super apurado, e com um talento nato para reportagens, durante largos anos Joana Cruz, a conhecida locutora da RFM, deu cartas na estação de Carnaxide. Em Êxtase ou Episódio Especial, a actual cara da estação com maior audiência na rádio, criou desde cedo uma empatia com os que a seguiam. Nas várias aparições que fez em Dá-me Música ou Ainda Bem Que Apareceste, Joana Cruz demonstrou aos telespectadores que consegue realizar um bom trabalho na área da música, representação e apresentação.
Com a sua mudança para a TVI, para a participação no projecto Caia Quem Caia, conseguiu vingar num programa de homens. Vestida de fato preto, gravata e com uns engraçados óculos de Sol, a locutora da RFM provou que tinha talento para ir mais além. Com o término da primeira temporada do formato da estação de Queluz de Baixo, Joana Cruz passou a dedicar-se totalmente à sua primeira paixão: a rádio.

Tenho pena que os convites para que a antiga repórter do Episódio Especial volte aos ecrãs nacionais teimem em chegar. Afinal, nem todos os profissionais da comunicação social conseguem olhar os diversos assuntos do nosso quotidiano com um “humor interventivo”.
Com toda a certeza na RFM faz companhia aos ouvintes que já não conseguem viver sem este olhar crítico e bem disposto sobre a sociedade, porém seria um prazer voltar a vê-la na televisão.

Em Ainda Bem Que Apareceste deu um cheirinho daquilo que poderia fazer na representação. Sem qualquer texto decorado, ou preparação prévia, Joana Cruz realizou uma cena em completo improviso, e ainda conseguiu receber largas gargalhadas por parte do público, assim como uma grande salva de palmas no final da actuação.
Obviamente que não sugiro que ela seja convidada para fazer parte de uma novela, mas não entendo o porquê de não merecer um convite para uma série de humor. De certeza que não só conseguiria evoluir na representação, como também prender os telespectadores aos ecrãs. Seria de facto uma experiência bastante agradável, e que até poderia ser finalizada com uma breve participação em A Família Mata, formato que a estação de Carnaxide está a produzir.
Ciente de que o futuro é desconhecido para a maior parte dos seres humanos, quem sabe se o de Joana Cruz não lhe reserva um convite para a televisão? Eu gostava, e muito!

Artigos Relacionados

Siga o Quinto Canal nas redes sociais: