Começou a trabalhar em televisão quando tinha apenas dois anos. Corria o ano de 1994 quando Filipa Maló participou na série da TVI, Trapos & Companhia. Apesar disso, foi em Super Pai que o seu rosto passou a ser conhecido pelos telespetadores nacionais. Desde esse projeto a atriz dedicou-se aos estudos, estando atualmente a um passo de concluir o curso de Medicina Dentária.

Lembra-se de Filipa Maló, a eterna Clarinha de Super Pai? O 5º Canal esteve à conversa com ela, e ficou a conhecê-la um pouco melhor!

 I

Quem é a Filipa Maló?

Sou uma jovem de 20 anos com ambições, objectivos e sonhos como qualquer outra pessoas da minha idade. Valorizo a humildade, a determinação, a coragem e a honestidade. Aprecio o sentido de humor e a inteligência.

A tua estreia em televisão aconteceu em Trapos & Companhia. Como surgiu essa oportunidade?

Na altura a minha mãe trabalhava directamente com o Nicolau Breyner, que era o realizador desta série e, por isso, não tenho muitas recordações. Segundo me dizem adorava estar na régie e tinha muita curiosidade sobre como funcionava, até porque até aos meus 13 anos quis ser realizadora. Um dia faltou uma criança para fazer uma personagem, e o Nicolau Breyner disse à minha mãe que já tinham uma substituta. Quando deu por mim estava  atrás das câmaras.

Na altura, tinhas noção do complexo mundo que carateriza a «caixinha mágica»?

Não, e sinceramente penso que nunca tive enquanto fiz televisão. Como cresci nesse mundo para mim era tudo muito normal. No fundo cresci nos bastidores da nossa tv.

Tornaste-te conhecida com a participação no Super Pai. O que achaste desta experiência?

O Super Pai foi uma loucura na medida em que foi uma reviravolta na minha vida. Apesar de ter feito algumas novelas e séries antes, não esperava participar numa historia com tal sucesso. Tanto a equipa técnica como os actores eram espectaculares e foi sem dúvida onde aprendi e me diverti mais. Uma experiencia para recordar com muita saudade, sem dúvida. Era como a minha segunda família.

Manténs ainda contacto com os atores deste projeto?

Mantenho contacto com alguns, principalmente com os mais novos, mas tenho muitas saudades de todos e também de toda a equipa técnica.

II

Depois de praticamente uma década a trabalhar em televisão, acabaste por ser afastada. O que se passou?

Nunca quis seguir a carreira de actriz e cheguei a uma altura em que as aulas eram mais importantes, pois queria seguir a carreira de medicina dentária. No entanto, nunca deixei de sentir um certo “bichinho”, uma certa vontade de voltar a ter a oportunidade de representar.

Em conversa, disseste-me que o teu sonho passa pela Medicina Dentária. Nunca pensaste em conciliar a área da representação com o teu curso?

Por vezes penso nisso, pois a área da representação deixa-me muitas saudades, mas por agora é complicado conciliar as duas coisas. Um dia mais tarde, quem sabe…

Depois de Super Pai, não recebeste mais convites para voltar a representar?

Recebi, mas preferi concentrar-me nos estudos. Mantive-me apenas a fazer dobragens pois não exigiam tanto tempo e tanta disponibilidade.

Com a evolução da ficção em Portugal, não achas que poderias ter sido uns dos trunfos da TVI desde o ano de 2000?

Gostaria muito que isso tivesse sido uma realidade, mas não me cabe a mim opinar sobre esse assunto. Pelos vistos esse não era o meu destino. No entanto, se isso acontecesse teria sempre de fazer uma escolha, e tenho a certeza que voltaria a optar pelos estudos (a não ser que me permitissem fazer as duas coisas. simultaneamente).

Se recebesses hoje uma proposta para seres a protagonista de uma novela de horário nobre de um canal nacional, aceitarias?

Talvez, mas teria de pensar muito bem no assunto pois não sei se seria possível conciliar as gravações e a faculdade com sucesso.

Sou uma perfeccionista, prefiro fazer bem uma coisa em vez de fazer duas coisas mal ou com metade do empenho.

Mas quem sabe…

III

O que costumas ver na televisão portuguesa?

Vejo de tudo um pouco, mas o que sigo semanalmente, pelo menos nesta altura, são os Ídolos.

Preferes a oferta televisiva dos canais generalistas ou dos temáticos?

Canais temáticos.

Quais os teus atores preferidos?

Alexandra Lencastre, Ruy de Carvalho, António Feio, Nuno Lopes e Eunice Muñoz

E apresentadores?

Catarina Furtado.

Tens saudades de representar?

Muito. A representação constituiu uma grande parte da minha infância e claro que deixou muitas saudades.

Como te imaginas dentro de dez anos?

Uma profissional de sucesso na área da Medicina Dentária…ou quem sabe, uma actriz ou apresentadora de sucesso.

Só tenho a certeza de uma coisa…independentemente daquilo que o destino me tenha reservado, estarei empenhada a 200% no meu sucesso!

Recorde agora um episódio da série da TVI, Super Pai:


 

Obrigado pela entrevista!

Artigos Relacionados

Siga o Quinto Canal nas redes sociais: