Audiência Média Audiências Rubricas

Audiência Média (23): Estreia de «Secret Story 3» foi a mais vista de sempre

Seja bem vindo à vigésima terceira edição da sua Audiência Média. Nesta noite de sábado, e na véspera da segunda gala da Casa dos Segredos, damos principal destaque à estreia do reality-show mais visto em Portugal. Os números do primeiro direto apresentado por Teresa Guilherme foram arrebatadores e mostraram o verdadeiro poder do formato. Os concorrentes e os segredos foram apresentados numa noite em que metade das pessoas que viam televisão, àquela hora, estava com o televisor sintonizado na TVI. Mas o sucesso pode vir a mudar, saiba porquê daqui a pouco. O talk-show das tardes da SIC está a perder telespetadores e nem mesmo a perícia da apresentadora Conceição Lino está a conseguir agarrar espetadores. A concorrência não dá espaço para o formato brilhar, mas porque será?

Está em linha… a Audiência Média!

[divide style=”2″]

Teresa Guilherme voltou aos ecrãs da TVI com mais uma edição da Casa dos Segredos e a sua estreia não podia ter corrido melhor. Segundo os dados disponibilizados, a primeira gala, que deu a conhecer ao país todos os concorrentes e segredos, foi vista por cerca de 1,942,100 telespetadores. Este elevado número corresponde a 20,5% de rating e 50,7% de share e faz prever um grande percurso ao longo dos próximos três meses. Para que os resultados tomem maior expressão, note-se que em 100 pessoas que viam televisão nessa noite em Portugal, 51 estava com o televisor sintonizado no quarto canal. Umas perspetiva que dá uma melhor perspetiva da dimensão do fenómeno. O seu pico de audiência aconteceu às 22h41 quando chegou aos 25,5% de audiência média e 54,7% de quota média de mercado. O horário de domingo à noite parece estar assim quase assegurado para os lados de Queluz de Baixo e nem mesmo Toca a Mexer, que estreia já amanhã, parece assustar o reality-show.

A TVI é que parece poder respirar de alívio nem que seja só ao domingo e por enquanto. Isto porque durante a semana, a ficção da concorrência continua a consolidar o seu lugar no pódio e a ameaçar seriamente as produções nacionais do quarto canal. O primeiro diário que lançou João Mota na apresentação ao lado de Iva Domingues conseguiu 7,6% de rating e 21,8% de share e no horário nobre, Leonor Poeiras tem feito um bom trabalho e isso reflete-se nos resultados que vêm ao de cima no decorrer da semana. Recolheu a sua melhor audiência no passado dia 17 de setembro com 16% de rating e 31,3% de share. A incerteza chega já amanhã com a estreia do novo formato apresentado por Bárbara Guimarães. Tal como tem acontecido com as suas novelas, irá Toca a Mexer surpreender pela positiva? Há quem diga que sim e que diga que, com uma concorrência assim seja impossível. Na minha opinião, e como tem sido verificável, a estação de Francisco Pinto Balsemão tem vindo a ganhar cada vez mais força em todos os horários, o que é um real motivo de preocupação e pode vir a trazer, a médio e longo prazo, muitas dores de cabeça para o canal 4 das generalistas. Nós cá estaremos para comentar todos os cenários possíveis.

[divide]

O programa apresentado por Conceição Lino tem vindo a deixar telespetadores para trás e não é bem conhecido o motivo. Uns dias com mais audiência, outros com medo, o certo é que a apresentadora se esforça diariamente, leva e aborda temas que estão na ordem do dia para prender os portugueses, mas por vezes tudo parece ser em vão. O seu melhor resultado nesta semana foi conseguido no dia 19 de setembro de 2012 com 2,6% de rating e 14,4% de share, enquanto que, no mesmo horário, o formato de Fátima Lopes alcançava os 3,2% de audiência média e 18,7% de quota de mercado. Recorde-se que antes de a GFK entrar para o centro de medições, o Boa Tarde ganhava muitas vezes a luta com a concorrência privada, tendo sido um dos fortes afetados com a mudança.

O que poderá ser feito para melhorar? Um novo cenário, para começar. A apresentadora deveria, possivelmente, adotar uma forma de comunicar mais afetuosa e próxima do telespetador. Nota-se, por vezes, uma certa frieza e distanciamento que pode criar uma barreira difícil de ultrapassar. O conteúdo, esse, na minha opinião, é excelente: atual, de interesse e bem explorado. Apesar de tudo, estão de parabéns!

[divide]

Audiência de ouro

8,5% de audiência média e 18,1% de share – Sexta às 9 (RTP1) – 21 de setembro

[divide style=”2″]

Até para a semana!

 

DEIXE O SEU GOSTO E PARTILHE:

Artigos Relacionados