Música

Organização do «Eurovision 2017» apresentou a demissão

A precisamente três meses da sua realização, a equipa que estava responsável pela organização do Eurovision 2017 apresentou a sua demissão junto da UER.

Há uma nova polémica em torno da Eurovisão, e desta vez uma polémica que envolve diretamente a equipa organizadora do festival, que apresentou a sua demissão junto da União Europeia de Radiodifusão, responsável pela realização do evento. Em causa está o facto de a equipa nos últimos meses se ter deparado com vários obstáculos à realização do festival na Ucrânia, com os seus poderes a serem retirados desde que foi nomeado um responsável pelo concurso na Ucrânia, e que em dezembro não permitiu mesmo que a equipa pudesse avançar com a organização do evento.

        Leia também: «Eurovision 2017» Itália já bate recordes com a sua escolha musical

Contudo, e segundo a UER, apesar da demissão da equipa principal da organização, que era liderada por Oleksandr Kharebin e Victoria Romanova, representantes da delegação ucraniana, o comunicado que dá conta do sucedido informa que apenas se trata de uma “mudança de pessoal, que o calendário do Eurovision 2017 será mantido tal e qual com as datas e metas que foram estabelecidas e aprovadas, para garantir um concurso bem sucedido em maio.

Artigos Relacionados

Siga o Quinto Canal nas redes sociais: