Quarta-feira, 22 de Novembro de 2017
Quinto Canal

Filmin – Coleção «IndieLisboa 2017»: As escolhas do Quinto Canal

De forma a celebrar da melhor maneira o 14.º Festival Internacional de Cinema Independente, que decorre até ao próximo dia 14 de maio em Lisboa, o Filmin apresenta durante o mês de maio uma coleção especial dedicada ao IndieLisboa, que conta com mais de 30 filmes no seu catálogo. Se precisar de alguma dica sobre o que ver ou escolher, aqui ficam as nossas sugestões:

A CIDADE DOS MORTOS:
  • Ano 2011
  • Duração: 62 minutos
  • Realizador: Sérgio Tréfaut
  • A Cidade dos Mortos, no Cairo, é a maior necrópole do mundo, contando que um milhão de pessoas vive dentro do cemitério, divididas por casas tumulares ou pelos edifícios que cresceram em redor. Dentro do cemitério há de tudo: padarias, cafés, escolas para crianças, teatros de fantoches, estendendo-se por mais de dez quilómetros ao longo de uma auto-estrada, apesar de não deixar de ser uma aldeia.

A TOCA DO LOBO:
  • Ano: 2015
  • Duração: 101 minutos
  • Realizador: Catarina Mourão
  • “Todas as famílias guardam segredos e a minha não é excepção. Primeiro descubro um velho filme de 9.5 mm, depois redescubro os velhos álbuns de infância da minha mãe onde as fotografias me parecem todas ilusões de ópticas. Mais tarde o meu avô, que nunca conheci, revela-se e fala comigo num estranho programa de televisão. Nesta viagem, quero desvendar os segredos da minha família durante a ditadura, que envolvem mistérios que foram passando de geração em geração. Entre passado e presente procuro reinterpretar velhas memórias e descobrir novas verdades, lutando contra o silêncio e as portas fechadas.”

O ACTO DE MATAR:
  • Ano: 2013
  • Duração: 117 minutos
  • Realizador: Joshua Oppenheimer
  • Quando o Governo Indonésio foi derrubado pelo exército em 1965, mais de 1 milhão de pessoas foram assassinadas em menos de um ano. Anwar e os seus amigos foram promovidos a chefes dos esquadrões da morte e o mesmo Anwar assassinou centenas de pessoas com as suas próprias mãos. Neste filme Anwar e os seus amigos contam as suas histórias sobre estes assassinatos., com O Acto de Matar a ser um pesadelo e uma viagem às recordações dos autores impunes do regime corrupto em que habitam.

PARTILHAR

SOBRE O AUTOR

No mundo da blogosfera desde 2007, sempre fui um admirador do mundo da televisão e não só, integrando a equipa do Quinto Canal 2013, assumindo o cargo de administrador desde 2014. Sou igualmente um apaixonado por música tendo já realizado as mais variadas coberturas musicais.